mescla de dólares e moedas de bitcoin sobre a mesa
Shutterstock

Os fundos com exposição a criptomoedas registraram entradas de US$ 2 bilhões na primeira semana de junho, levando a recente série de cinco semanas para um total acumulado de US$ 4,3 bilhões em fluxo positivo para esses produtos, apontou a CoinShares.

Entre os países, mais uma vez os Estados Unidos lideraram o fluxo, captando praticamente todo o volume global, com US$ 1,984 bilhão, seguido por Hong Kong, que registrou fluxo de US$ 26,1 milhões. Ambos os países aprovaram este ano o lançamento de ETFs de Bitcoin e Ethereum.

Publicidade

O Brasil, que já chegou a seis meses de fluxo positivo, teve a entrada líquida de US$ 9,5 milhões na semana passada, levando seu total no ano para US$ 143 milhões, o que mantém o país como terceiro colocado global em captação em 2024, atrás exatamente dos EUA (US$ 17,4 bilhões) e Hong Kong (US$ 326 milhões)

Na primeira semana de junho, o único país que registrou fluxo de saída foi a Suécia, com US$ 9,2 milhões. Já no ano, as três nações com resultado negativo acumulado são Canadá (US$ 397 milhões), Suécia (US$ 302 milhões) e Alemanha (US$ 214 milhões).

“Acreditamos que esta reviravolta no sentimento é uma resposta direta a dados macroeconômicos mais fracos do que o esperado nos EUA, antecipando expectativas de redução da taxa de juros”, avalia a CoinShares.

Fluxo de recursos para fundos de criptomoedas dividido por país (Fonte: Bloomberg e Coinshares)

Entre os produtos específicos, o ETF de Bitcoin da BlackRock, o IBIT, mais uma vez liderou as entradas, com US$ 948 milhões, poucos dias depois de ter se tornado o maior fundo negociado em Bolsa do tipo, superando o GBTC da Grayscale, que na semana passada voltou a ter fluxo negativo, com saídas de US$ 29 milhões.

Publicidade

O ETF de BTC da Fidelity também registrou grande captação na primeira semana de junho, ficando em segundo lugar no período com a entrada de US$ 680 milhões. Já o CoinShares XBT ficou junto com a Grayscale como únicos com saída líquida de recursos.

Fluxo de recursos para fundos de criptomoedas dividido por produto (Fonte: Bloomberg e Coinshares)

O Bitcoin (BTC) foi novamente o foco principal dos investidores, registrando entradas de US$ 1,97 bilhão na semana, enquanto fundos que operam vendido o Bitcoin tiveram saídas pela terceira semana consecutiva, totalizando US$ 5,3 milhões.

O Ethereum, por sua vez, teve sua melhor semana de entradas desde março, totalizando US$ 69 milhões, provavelmente em reação à decisão da SEC de permitir ETFs à vista da criptomoeda, segundo a CoinShares.

Por fim, as altcoins tiveram atividade menor, com destaque para Fantom e XRP, registrando entradas de US$ 1,4 milhão e US$ 1,2 milhão, respectivamente.

Fluxo de recursos para fundos de criptomoedas dividido por ativo (Fonte: Bloomberg e Coinshares)
  • Quer ter a chance de ganhar 1 ethereum (ETH)? Abra sua conta grátis no Mercado Bitcoin e comece a negociar o quanto antes.

VOCÊ PODE GOSTAR
Gary Gensler SEC in GOP Financial Services-Reprodução-Youtube

Presidente da SEC é questionado sobre ETFs de Bonk após aprovação de fundos de ETH

O presidente da SEC, Gary Gensler, adotou uma abordagem menos hostil em relação às criptomoedas em uma nova entrevista e foi questionado sobre o que vem a seguir
Imagem da matéria: Standard Chartered diz que Bitcoin pode atingir US$ 100 mil antes das eleições nos EUA

Standard Chartered diz que Bitcoin pode atingir US$ 100 mil antes das eleições nos EUA

Para o banco americano, o Bitcoin pode bater nova máxima já esta fim de semana e caso de bons dados de emprego, enquanto para o fim do ano a projeção é de US$ 150 mil
Anic de Almeida Peixoto Herdy é casada com herdeiro da Unigranrio

Polícia recupera R$ 790 mil em Bitcoin pagos a sequestradores de advogada brasileira

Segundo os investigadores, suspeito usou o nome do marido da vitima para fazer conta em plataforma de criptomoedas
Ilustração do logotipo da criptomoeda Ethena (ENA) envolta a um gráfico de preço

Ethena Labs revolta comunidade ao forçar mudança na economia do token ENA

A exigência de bloqueio de 50% de tokens oriundos do airdrop provocou uma queda no preço do token ENA