Imagem da matéria: Fundos cripto do Brasil e Hong Kong são os únicos com fluxo positivo na última semana
Shutterstock

Os fundos de investimento com exposição a criptomoedas tiveram sua quarta semana consecutiva de saída de recursos, que totalizaram US$ 251 milhões. Mesmo assim, o Brasil seguiu sua tendência positiva das últimas semanas e teve resultado positivo, acompanhado desta vez de Hong Kong após as estreias dos ETFs à vista no país.

Entre os dias 29 de abril e 3 de maio, os fundos brasileiros tiveram captação de US$ 3,7 milhões (quase R$ 19 milhões), segundo dados da CoinShares, mantendo o país com um bom desempenho no ano. Os fundos cripto do Brasil acumulam entradas de US$ 132 milhões (cerca de R$ 670 milhões) em 2024 até o momento.

Publicidade

Apesar do desempenho positivo durante as últimas semanas, o Brasil agora perdeu o segundo lugar no ranking global no ano para Hong Kong, que também liderou a semana passada. Os fundos locais tiveram a entrada de US$ 306,5 milhões, levando o volume anual para US$ 395 milhões.

O movimento ocorre após a estreia dos ETFs de Bitcoin e Ethereum à vista no país asiático, que apesar de não fazerem tanto sucesso quanto os produtos do mesmo tipo lançados nos Estados Unidos, conseguiram fazer com que Hong Kong liderasse a semana em fluxo.

Do lado negativo, os EUA lideraram as saídas, com US$ 504 milhões, acompanhado de Canadá, Suíça e Alemanha, que também registaram retiradas de US$ 9,6 milhões, US$ 9,8 milhões e US$ 7,3 milhões, respetivamente.

Fluxo de recursos para fundos de criptomoedas dividido por país (Fonte: Bloomberg e Coinshares)

De acordo com a CoinShares, esta foi a primeira semana em que se registraram saídas mensuráveis dos ETFs recentemente emitidos nos EUA, que perderam US$ 156 milhões na semana passada.

Publicidade

“Estimamos que o preço médio de compra desses ETFs desde o lançamento seja de US$ 62.200 por bitcoin, e como o preço caiu 10% abaixo desse nível, pode ter acionado ordens de venda automáticas”, diz a empresa de dados.

Fluxo de recursos para fundos de criptomoedas dividido por gestora (Fonte: Bloomberg e Coinshares)

Na análise por ativo, como costuma ser, o Bitcoin (BTC) foi o foco principal, registrando saídas de US$ 284 milhões. E apesar do dado global de saídas, entre as criptomoedas o BTC foi o único a registrar resultado negativo na última semana.

O Ethereum (ETH) encerrou um período de sete semanas de saídas, com entradas de US$ 30 milhões. Além disso, diversas outras altcoins tiveram entradas, sendo as mais significativas Avalanche, Cardano e Polkadot, com US$ 500 mil, US$ 400 mil e US$ 300 mil, respectivamente.

Fluxo de recursos para fundos de criptomoedas dividido por ativo (Fonte: Bloomberg e Coinshares)
VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ex-diretor da FTX é condenado a 7,5 anos de prisão — mas poderá ficar com seu Porsche

Ex-diretor da FTX é condenado a 7,5 anos de prisão — mas poderá ficar com seu Porsche

Ryan Salame, o ex-colaborador da FTX de Sam Bankman-Fried, foi condenado a 90 meses de prisão nesta terça-feira
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide
Imagem da matéria: Caitlyn Jenner promove sua própria memecoin, mas comunidade suspeita de hackers

Caitlyn Jenner promove sua própria memecoin, mas comunidade suspeita de hackers

Memecoin de Caitlyn Jenner já vale quase US$ 30 milhões, mas o mercado ainda tem dúvidas sobre a veracidade do ativo
Sam Bankman-Fried da FTX falando em vídeo

Criador da FTX vai mudar de presídio nos Estados Unidos

Transferência de presídio pode durar até um mês nos EUA, com o detento sendo levado para várias penitenciárias até chegar ao destino final