Imagem da matéria: FMI apresenta projeto para criar sistema global de criptomoedas estatais 
(Foto: Shutterstock)

O Fundo Monetário Internacional (FMI) revelou um plano para criar um sistema global das chamadas Moedas Digitais de Bancos Centrais (CBDC) que permitirá controles de capital para aumentar a interoperabilidade entre moedas de diferentes países, bem como reduzir os custos de pagamento.

Os supostos benefícios desse novo sistema foram descritos por Tobias Adrian, diretor do departamento de mercado monetário e de capitais do FMI, em discurso feito nesta segunda-feira (19) em Rabat, capital do Marrocos.

Publicidade

“O custo, a lentidão e a opacidade dos pagamentos transfronteiriços vêm de uma infraestrutura limitada”, explicou Adrian, segundo o CoinDesk. “Nosso projeto para uma nova classe de plataformas melhoraria e garantiria maior interoperabilidade, eficiência e segurança nos pagamentos transfronteiriços, bem como nos mercados financeiros domésticos.”

A diretora-geral do FMI, Kristalina Georgieva, já havia adiantado na semana passada que a organização estava “trabalhando duro” em um conceito de infraestrutura global que garantiria a interoperabilidade entre moedas digitais emitidas por bancos centrais. 

De acordo com a Bloomberg, a diretora disse na ocasião que esse projeto evitaria a subutilização das CBDCs, que estão no momento sendo estudadas por bancos centrais do mundo inteiro – inclusive no Brasil, com o Real Digital.

Segundo o FMI o novo sistema poderia, por exemplo, permitir a programação de pagamentos sem que os participantes precisassem fornecer informações privadas a intermediários, bem como e economizar liquidez ao permitir que os contratos fossem dados como garantia.

Publicidade

Real digital

A discussão sobre a criação da CBDC brasileira, mais conhecida como “real digital”, segue em ritmo acelerado pelo Banco Central do país. 

Em maio, o BC criou o Fórum do Real Digital, um comitê para discussões relacionadas ao real digital que conta com a coordenação do Departamento de Operações Bancárias e de Pagamentos (DEBAN) e a participação de alguns servidores públicos, profissionais privados e membros autorizados da sociedade.

O comitê vai funcionar como canal de comunicação com os agentes e as entidades representativas de instituições reguladas pelo BC e com outros setores envolvidos, viabilizando consultas, trocas de informações e a adequada orientação das expectativas acerca do Piloto do Real Digital, do desenvolvimento da plataforma e de outros temas relacionados ao projeto.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ethereum Rio: Começa hoje evento que promove ecossistema da segunda maior criptomoeda do mundo

Ethereum Rio: Começa hoje evento que promove ecossistema da segunda maior criptomoeda do mundo

Evento Ethereum Rio ocorre entre os dias 13 e 15 de maio no Porto Maravalley, Rio de Janeiro
Sunny Pires surfando

Surfista brasileiro recebe patrocínio em criptomoedas de comunidade web3

Sunny Pires, de 18 anos, embarca neste mês em expedição à Nicarágua com apoio da comunidade web3 Nouns
Imagem da matéria: Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Pavel Durov detém 1% do maior token de jogo deste ano, doado pelos jogadores. E ele não está vendendo seus Notcoin – não agora, pelo menos
Moeda de Ethereum na frente de gráfico

Ethereum pode surpreender positivamente nos próximos meses, diz Coinbase

Subindo menos que outras criptomoedas em 2024, o Ethereum pode se recuperar e superar seus pares nos próximos meses, avalia a Coinbase