Imagem da matéria: “Extremamente mínimo”: Ministro de El Salvador nega que queda do bitcoin gere risco fiscal
(Foto: Shutterstock)

A contínua queda do mercado de criptomoedas apresenta um risco fiscal “extremamente mínimo” a El Salvador, que adquiriu milhões em bitcoin (BTC) para seu caixa, de acordo com o ministro das Finanças do país.

“Quando me dizem que o risco fiscal de El Salvador por conta do bitcoin é bastante alto, a única coisa que consigo fazer é sorrir”, disse Alejandro Zelaya, ministro das Finanças de El Salvador, em uma coletiva de imprensa na segunda-feira (13), de acordo com um artigo do jornal alemão Deutsche Welle.

Publicidade

Ele acrescentou que “qualquer economista sério deve sentir o mesmo, porque é uma análise muito superficial e eles falam apenas por ignorância”, acrescentando que “o risco fiscal é extremamente mínimo”.

O valor de mercado dos bitcoins adquiridos pelo governo salvadorenho desde o ano passado despencou de aproximadamente US$ 103 milhões para cerca de US$ 50 milhões atualmente.

Em setembro de 2021, El Salvador se tornou o primeiro país a tornar o bitcoin em uma moeda corrente, ignorando duras críticas do Fundo Monetário Internacional (ou FMI). Desde então, a nação da América Central adquiriu um total de 2.301 BTC, gastando US$ 103 milhões em dez aquisições.

A última vez em que El Salvador comprou bitcoin foi em 9 de maio, quando o presidente Nayib Bukele disse que o governo havia adquirido outros 500 BTC durante a queda de mercado. Esta aquisição, equivalente a quase US$ 15,3 milhões na época, agora equivale a cerca de US$ 10 milhões.

Publicidade

Desde então, o preço do bitcoin caiu mais de 26%, de acima de US$ 30 mil para US$ 22,3 mil neste momento.

Sem venda? Sem prejuízo

Durante a coletiva de imprensa, Zelaya também citou a estimativa da Deutsche Welle de que o portfólio de bitcoin de El Salvador perdeu cerca de US$ 40 milhões de valor com base no preço da criptomoeda na segunda-feira.

“Eu já disse várias vezes: Um suposto prejuízo de US$ 40 milhões não aconteceu porque não vendemos as moedas”, explicou Zelaya.

“US$ 40 milhões não representam nem 0,5% de nosso orçamento nacional geral”, acrescentou ele, segundo a Reuters.

O ministro também direcionou algumas duras palavras ao FMI, que repetidas vezes exigiu que El Salvador abandonasse sua “Lei Bitcoin” e criticou a imprensa por sua suposta cobertura unilateral da adesão do bitcoin pelo país.

Publicidade

“Existe uma evidente crítica ao bitcoin, e não à estratégia de El Salvador”, afirmou Zelaya, acrescentando que “existe muita empolgação com nossa estratégia de bitcoin recentemente”.

De acordo com o ministro, a imprensa “não está interessada no que acontecesse com nossa economia, não está interessada com o que acontece com nossa população, com o que acontece com nossa inflação”.

Legisladores americanos também estão de olho nas ambições relacionadas ao bitcoin de El Salvador, pois projetos de lei estão sendo direcionados ao Senado e à Câmara e visam proteger a economia americana da “aposta imprudente” do presidente Bukele.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Ethereum (ETH) decola 20% com expectativa para aprovação de ETFs nos EUA

Manhã Cripto: Ethereum (ETH) decola 20% com expectativa para aprovação de ETFs nos EUA

A animação dos investidores fez aumentar em 219% o volume de negociação do Ethereum nas últimas 24 horas
Imagem da matéria: Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Pavel Durov detém 1% do maior token de jogo deste ano, doado pelos jogadores. E ele não está vendendo seus Notcoin – não agora, pelo menos
Imagem da matéria: Epik Duck: Conheça o projeto que foi de piada a memecoin de US$ 25 milhões

Epik Duck: Conheça o projeto que foi de piada a memecoin de US$ 25 milhões

Memecoins como a EPIK estão se tornando cada vez mais populares no universo das criptomoedas. Isso é bom ou ruim?
Moeda de Ethereum na frente de gráfico

Ethereum pode surpreender positivamente nos próximos meses, diz Coinbase

Subindo menos que outras criptomoedas em 2024, o Ethereum pode se recuperar e superar seus pares nos próximos meses, avalia a Coinbase