Imagem da matéria: El Salvador rebate alertas do FMI por uso do bitcoin como moeda oficial
Foto: Shutterstock

O governo de El Salvador respondeu à recomendação do Fundo Monetário Internacional (FMI) de abandonar o uso do bitcoin (BTC) como moeda de curso legal, segundo o Associated Press.

“Nenhuma organização internacional nos obrigará a fazer qualquer coisa, seja o que for”, disse Alejandro Zelaya, ministro da Fazenda durante uma entrevista a uma emissora de televisão local. Ele defendeu que o bitcoin como moeda corrente é uma questão de soberania para El Salvador.

Publicidade

A resposta de Zelaya é a mais recente em uma série de brigas entre o governo salvadorenho, liderado pelo presidente e defensor do bitocin Nayib Bukele, e o FMI.

El Salvador e o FMI

A tensa relação entre El Salvador e o FMI começou em junho de 2021, quando a organização internacional disse que a adesão do bitcoin pelo país levantava “inúmeros problemas macroeconômicos, financeiros e jurídicos”.

“Criptoativos podem apresentar riscos significativos e medidas regulatórias efetivas são muito importantes ao lidar com eles”, disse na época Gerry Rice, porta-voz do FMI.

Apesar da opinião da organização, Bukele avançou com o plano de adotar o bitcoin como moeda legal em setembro de 2021.

Publicidade

Naquele mês, o Congresso do país aprovou um fundo de US$ 150 milhões, criado para ajudar a facilitar transações entre a criptomoeda e o dólar americano (a outra moeda oficial de El Salvador).

Novamente, o FMI não se deixou impressionar. “Criptoativos emitidos de forma privada, como o bitcoin, têm riscos significativos. Torná-los equivalentes a uma moeda nacional é um atalho imprudente”, tuitou o FMI ao reiterar sua opinião original compartilhada anteriormente.

Na semana passada, o FMI alertou El Salvador pela terceira vez, argumentando que a adesão do bitcoin como moeda oficial “envolve grandes riscos à integridade financeira e de mercado, à estabilidade financeira e à proteção de consumidores. Também pode criar obrigações contingenciais”.

Esse terceiro alerta veio em meio a receios de que as aquisições de bitcoin por El Salvador acrescentam um risco indesejado ao panorama de crédito soberano já preocupante do país.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Criador do Twitter e da Square, Jack Dorsey em palestra no TED

Preço do Bitcoin atingirá US$ 1 milhão até 2030, diz Jack Dorsey

Em uma entrevista recente, o cofundador do Twitter e da Block argumentou que o Bitcoin poderia atingir US$ 1 milhão e ir “além” no futuro
moeda de Bitcoin ao lado de letreiro com ETF

Estado dos EUA investe R$ 510 milhões em ETF de Bitcoin da BlackRock

O investimento foi confirmado hoje pelo Conselho de Investimentos do Estado de Wisconsin (SWIB)
Ilustração de baleia nadando com moeda de bitcoin em seu interior

Baleia movimenta R$ 321 milhões em Bitcoin pela 1ª vez em uma década

Quando o investidor desconhecido adquiriu os bitcoins em 2013, a cotação do ativo não passava de US$ 120
Moeda do Bitcoin envolta por raios (Lightning Network)

Lightning Labs está trazendo stablecoins para a blockchain do Bitcoin

“Ideia é ter dólares criptografados e stablecoins na blockchain do Bitcoin”, explicou Elizabeth Stark, CEO da Lightning Labs