Sam Bankman-Fried da FTX fando em vídeo
Sam Bankman-Fried no DealBook Summit de 2022 (Foto: Reprodução)

Em seu período na cadeia, Sam Bankman-Fried quase sofreu uma tentativa de extorsão, passou tempo ensinando técnicas de trade para os colegas de cárcere e mostrou uma forte crença de que não passará mais que 20 anos preso — mesmo que todos os indícios apontem para muito mais tempo.

Os relatos são de Gene Borrello, um ex-membro de máfia que se tornou informante do governo e que conviveu com o fundador da FTX nos últimos meses. 

Publicidade

Borrello saiu da prisão em setembro e deu uma entrevista para a influencer cripto Tiffany Fong, publicada no X na quinta-feira (30). O ex-presidiário afirma que conviveu de forma amistosa com SBF, já que dividiam o mesmo dormitório. 

Ambos estavam em uma ala especial do Brooklyn Metropolitan Detention Center, destinada para informantes e presos com muito dinheiro, por conta dos riscos de serem alvos de extorsão entre a população carcerária comum. 

Mas mesmo na unidade especial, Borello afirma que SBF foi alvo de hostilidades de presos que disseram que ele poderia ser extorquido. “Eu ficava dizendo: ‘Não é perigoso aqui. Você não precisa de proteção. Não se preocupe com isso. Você não precisa pagar nada a ninguém. Não dê ouvidos a essas malditas crianças’”. 

Borello inclusive afirma que foi para a solitária por 80 dias quando um outro preso tentou confrontá-lo por ser amigável com Sam. O informante mostra uma notificação que supostamente prova o relato. 

Publicidade

O colega de SBF lembra que o fundador da FTX estava em uma forte negação sobre sua situação legal. “Ele simplesmente não entendia os problemas que estava enfrentando”, disse Borrello. “Estávamos tentando explicar a ele que são os federais, você é acusado de roubar bilhões de dólares. Ele simplesmente não entendeu o quão ferrado estava até que começamos a contar a ele”. 

Leia também: Na prisão, criador da FTX já trocou peixe por corte de cabelo e dividiu cela com ex-presidente de Honduras

O empresário mostrava acreditar que passaria no máximo 20 anos preso. Borrello afirma que tentou acordá-lo para a realidade. “Continuei tentando explicar: ‘Você nunca mais verá o lado de fora da prisão’”. 

Outro ponto destacado por Borrello é que SBF não tomava banho, não fazia exercícios físicos e demonstrava extrema timidez em qualquer contato. O informante chegou a aconselhar o empresário a retomar hábitos de higiene. “Não sei porque ele não tomava banho. Talvez não seja a dele”.

Publicidade

Sam Bankman-Fried foi condenado no dia 2 de novembro em todos os sete crimes de fraude e conspiração movidos contra ele pelo governo dos EUA, encerrando a saga da incrível ascensão e espetacular queda da exchange de criptomoedas FTX.

O empresário pode pegar uma pena máxima de 115 anos de prisão. Sua sentença será fixada no dia 28 de março do ano que vem e seus advogados devem apelar da condenação.

You May Also Like
gêmeos Cameron e Tyler Winklevoss

Grupo político Fairshake recebeu US$ 6,8 milhões dos gêmeos Winklevoss e VCs em janeiro

Outros doadores da super PAC Fairshake incluíram empresas de capital de risco como a Electric Capital e Blockchain Capital
Imagem da matéria: Como se tornar um líder de projetos de Inteligência Artificial | Opinião

Como se tornar um líder de projetos de Inteligência Artificial | Opinião

Saiba como se preparar para o mercado que busca cada vez mais por profissionais responsáveis pelas estratégias de implementação de IA nos negócios
Imagem da matéria: Veja as 5 criptomoedas que mais valorizaram em fevereiro

Veja as 5 criptomoedas que mais valorizaram em fevereiro

Indo muito além do Bitcoin, Ethereum e Solana, cinco criptomoedas subiram mais de 100% em fevereiro; confira o ranking
Imagem da matéria: Carteira Recomendada do MB Research indica Bitcoin como principal ativo do mês

Carteira Recomendada do MB Research indica Bitcoin como principal ativo do mês

Para a Carteira Conservadora, os analistas do MB Research dividiram 70% em Bitcoin, 23% em Ethereum e 7% em Solana.