moeda de bitcoin com bandeira dos EUA
Shutterstock

Os recentes ventos favoráveis que elevam as perspectivas do setor cripto em Washington são muito mais otimistas do que o mercado precificou, de acordo com o CIO da Bitwise, Matt Hougan.

“Se as pessoas entendessem as ramificações da mudança em D.C., o mercado cripto estaria vivendo novas máximas históricas”, escreveu Hougan em um post de blog na terça-feira (4).

Publicidade

O executivo — cuja empresa administra um dos maiores ETFs de Bitcoin do mundo — disse que a “incerteza regulatória” é o principal motivo pelo qual os consultores financeiros se afastaram dos investimentos em criptomoedas nos últimos cinco anos. É uma frase que se tornou um espectro onipresente sobre o setor de ativos digitais dos EUA.

De acordo com a última pesquisa da Bitwise sobre o assunto, 64% dos consultores citaram esse motivo como seu principal desafio para acessar a classe de ativos.

No entanto, os recentes acontecimentos políticos em Washington estão aliviando essa tensão. No mês passado, a Câmara aprovou um projeto de lei para fornecer clareza regulatória abrangente para ativos e empresas cripto, com uma maioria de dois terços votando a favor. Isso incluiu 71 democratas — membros de um partido que tem demonstrado hostilidade explícita às criptomoedas há anos.

Tanto a Câmara quanto o Senado também aprovaram uma resolução com apoio bipartidário para anular a orientação da SEC que impede os bancos regulamentados de oferecer serviços de custódia de criptoativos.

Publicidade

Embora o presidente Joe Biden tenha vetado o projeto de lei posteriormente, Hougan interpreta a história como um sinal de que “os ventos começaram a mudar” a favor das criptomoedas.

No entanto, a magnitude desses desenvolvimentos ainda não se manifestou no mercado, onde o Bitcoin tem se mantido entre US$ 60 mil e US$ 70 mil por mais de dois meses.

De acordo com Hougan, os investidores também não parecem interessados nas notícias, já que os benefícios concretos de tais desenvolvimentos regulatórios estão “muito distantes”.

“Estive viajando para falar em conferências nas últimas semanas e, por mais que eu tente, não consigo fazer com que essa história repercuta nas pessoas”, escreveu ele. “Falo sobre os votos, sobre o exército anticripto de Warren e sobre o progresso surpreendente dos ETFs da Ethereum, e as pessoas ficam com olhares entediados e desinteressados.”

Publicidade

A falta de interesse, diz ele, parece ser uma suculenta porção de alfa — uma vantagem para sair na frente do mercado — para aqueles que conhecem as criptomoedas, com US$ 20 trilhões em riqueza controlada por consultores financeiros dos EUA em jogo.

“Imagine, então, quanto desses US$ 20 trilhões irá para o setor cripto quando a maior barreira for removida”, escreveu ele.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Projetos DeFi do Ethereum ainda são alvo favorito de hackers, mas fundos roubados caem 28% em maio

Projetos DeFi do Ethereum ainda são alvo favorito de hackers, mas fundos roubados caem 28% em maio

Investidores perderam US$ 473 milhões desde o início do ano devido a hacks e fraudes, uma queda de 20% em relação ao mesmo período do ano passado
elon musk

Elon Musk, superfã da Dogecoin, diz que nunca discutiu sobre cripto com Donald Trump

Em meio à mudança do ex-presidente dos EUA para abraçar as criptomoedas, o CEO da Tesla nega uma notícia que diz que eles conversaram sobre políticas de criptoativos
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Trump se apresenta como ‘criptopresidente’ em evento de arrecadação de fundos

O candidato presidencial republicano dobrou sua postura pró-cripto durante evento em São Francisco, EUA
Imagem da matéria: ETF de Bitcoin da BlackRock supera 300 mil BTC sob gestão

ETF de Bitcoin da BlackRock supera 300 mil BTC sob gestão

Na semana passada, o ETF de Bitcoin da BlackRock já havia superado o da Grayscale e se tornado o maior do mercado em ativos sob gestão