Imagem da matéria: Ethereum enfrenta divisão por falta de consenso entre operadores de nodes; entenda
Foto: Shutterstock

Na manhã desta sexta-feira (27) aconteceu uma bifurcação acidental na blockchain do Ethereum (ETH) provocada por operadores de nó que ainda rodam uma versão desatualizada do Go-Ethereum (Geth), o cliente de software mais popular do Ethereum.

Isso significa que atualmente a blockchain Ethereum está processando duas cadeias simultaneamente, a principal e uma paralela que se não eliminada, poderia causar um ataque de gasto duplo, segundo o Decrypt. Nessa ofensiva, a mesma criptomoeda é gasta mais de uma vez já que a transação é substituída pela cadeia alternativa.

Publicidade

Conforme mostrou o Portal do Bitcoin no início da semana, o Geth tinha um bug de alta gravidade no seu código que poderia fazer com que mais da metade de todos os operadores de nó do Ethereum não fossem mais capazes de processar a blockchain.

Para corrigir o bug, os desenvolvedores do Ethereum Foundation lançaram a versão v1.10.8 na terça-feira e pediram que todos os operadores de nó atualizassem imediatamente, o que não aconteceu.

De acordo com dados do Ethernodes, 54% de todos os operadores de nó do ETH está com uma versão inferior a v1.10.8 do Geth — o que significa que mais da metade da rede está  operando em um software vulnerável.

Um cliente Ethereum é um software que os usuários podem baixar para verificar as transações na rede. Pelo fato do Geth ser o cliente de software do Ethereum mais utilizado no mundo,  utilizado por 74% de todos os validadores, erros no seu código são críticos para o bem-estar da rede. 

Publicidade
ethereum divisão de cadeias
Apenas 28% dos operadores da Geth estão atualizados. (Fonte: ethernodes.org)

Há uma corrida agora para pressionar os operadores de nó a atualizar o mais rápido possível para que o problema seja resolvido.

De acordo com o desenvolvedor Tim Beiko, três grandes pools de mineração de Ethereum —Binance, BTC.com e Flexpool.io — rodavam até essa manhã uma versão desatualizada do Geth, intensificando a falta de consenso da rede que gerou a divisão da cadeia. Após o alerta, o BTC.com informou no Twitter que concluiu a atualização.

Bug da Geth já dividiu blockchain do ETH

Essa não é a primeira vez que acontece uma divisão na cadeia do Ethereum provocada por um bug do Geth. Em novembro do ano passado, a blockchain do ETH se dividiu temporariamente porque um grande número de nodes não atualizaram para uma versão do Geth lançada na época que corrigia um bug crítico no código.

Da mesma forma que agora, a falta de consenso entre os operadores fez a cadeia se dividir em uma versão mais longa e uma versão mais curta. Quando isso acontece normalmente, os nodes aderem à versão mais longa. Mas naquele momento, os nodes que não foram atualizados ficaram com a cadeia maior, processando blocos diferentes e incompatíveis com outras versões da blockchain.

Publicidade

Antes do problema ser resolvido, diversas corretoras e carteiras de Ethereum tiveram seus serviços impactados porque dependiam da infraestrutura do Infura, que estava desatualizado na época.

VOCÊ PODE GOSTAR
SBF da FTX no Congresso dos EUA

Criador da FTX diz que divide presídio com assassinos e brinca que arroz virou moeda com “boas oportunidades” de arbitragem

Sam Bankman-Fried, fundador da FTX, falou sobre sua vida na prisão, a visão diferenciada que tem sobre o que poderia ter sido sua vida e sua tentativa de apelação da condenação
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

ETFs de Ethereum: aqui estão todas as solicitações aguardando aprovação da SEC

O prazo de decisão da SEC para os produtos propostos com Ethereum varia de final de maio a início de agosto
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin sobe 2% e recupera os US$ 65 mil; Bitso lança campanha para vítimas das chuvas no RS

Manhã Cripto: Bitcoin sobe 2% e recupera os US$ 65 mil; Bitso lança campanha para vítimas das chuvas no RS

No final de semana, o Bitcoin atingiu a marca de um bilhão de transações processadas desde o seu lançamento