Imagem da matéria: Felipe Neto revela que investiu ‘pesado’ em Bitcoin e recomenda três criptomoedas
Youtuber Felipe Neto. (Foto: Reprodução/YouTube)

O youtuber Felipe Neto entrou de vez no mercado das criptomoedas e revelou nesta sexta-feira (27) que possui grandes reservas de Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e Binance Coin (BNB).

“Essas eu investi pesado quando veio a queda brutal e a margem de valorização foi pra estratosfera já. Mas acredito que ainda vai crescer bastante”, escreveu o influencer carioca aos seus 13,7 milhões de seguidores no Twitter.

Publicidade

A revelação foi em resposta a outro tweet que ele tinha feito mais cedo sobre as três criptomoedas que classifica como as mais promissoras do momento: Cardano (ADA), Solana (SOL) e PancakeSwap (CAKE).

Em mensagens anteriores, Neto disse que estava “bem feliz de ter investido em SOL algumas semanas atrás” e falou para seus seguidores “ficarem de olho em CAKE”.

Embora o youtuber tenha apontado as três como as “moedas do ano”, ele também disse que acredita no potencial da Terra (LUNA) e Axie Infinity (AXS), mas que essas foram “oportunidades” que ele deixou passar.

Ao fazer essa enxurrada de recomendações financeiras ao público, ele disse que aqueles interessados em investir devem fazer a própria pesquisa e não ir “na onda de influenciador”. “Isso é só dica pessoal, sem valor nenhum. É um mercado de altíssimo risco, então estude”, escreveu.

Publicidade

Felipe Neto revelou pela primeira vez o seu interesse por criptomoedas na segunda-feira (23) quando comemorou a valorização da Cardano, uma moeda que disparou 30% na semana.

O youtuber voltou a falar sobre o assunto poucos dias depois ao declarar que “quem não está investindo em cripto hoje, vai se arrepender monstruosamente num futuro muito próximo”.

As moedas favoritas de Felipe Neto

As três principais criptomoedas recomendadas por Felipe Neto registram um bom desempenho nos últimos tempos, sendo a Solana a que apresenta a maior valorização entre elas, em alta de 204% no mês e 4.490% no ano. 

O preço da SOL vem quebrando recorde atrás de recorde desde o final de semana passada e nesta sexta (27), a moeda alcançou mais uma máxima histórica de US$ 85, segundo o CoinMarketCap.

Publicidade

A Solana é considerada uma “Ethereum killer” por ter uma blockchain que também incorpora contratos inteligentes. A sua rede é atualmente mais escalável do que a da sua principal concorrente, atraindo projetos DeFi, coleções de NFTs populares como o Degenerate Ape e jogos play-to-earn que ainda não foram lançados mas que já atraem a atenção do setor, como o Star Atlas.

Cardano é outro criptoativo que mostra um bom desempenho nas últimas semanas, acumulando ganhos de 123% nos últimos 30 dias. Neste ritmo, a ADA foi capaz de alcançar uma capitalização de mercado recorde de US$ 95 bilhões que lhe tornou a terceira criptomoeda mais valiosa do mundo, atrás apenas do Bitcoin e Ethereum.

A comunidade se anima com o futuro da Cardano à medida que se aproxima a chegada do hard fork ‘Alonzo’. A atualização, considerada a mais importante do projeto, acontece no dia 12 de setembro e vai introduzir a funcionalidade de contrato inteligente na rede principal.

VOCÊ PODE GOSTAR
CEO da Messari Ryan Selkis

CEO da Messari renuncia após apoio extremista a Trump gerar reações negativas

Ryan Selkis disse a um usuário não americano do Crypto Twitter que ele deveria ser deportado do país por suas “visões esquerdistas”
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin se estabiliza em US$ 57 mil enquanto governo alemão segue vendendo criptomoedas

Manhã Cripto: Bitcoin se estabiliza em US$ 57 mil enquanto governo alemão segue vendendo criptomoedas

Carteira controlada pelo governo da Alemanha enviou mais de US$ 28 milhões em BTC para corretoras nesta manhã
Ronaldinho Gaúcho em vídeo promovendo Olymp Trade

CVM julga hoje a Olymp Trade, corretora proibida no Brasil promovida por Ronaldinho Gaúcho

A plataforma forex prometia retornos de até 92%
Imagem da matéria: "Buy Bitcoin": 7 anos atrás, estagiário dizia para o mundo comprar Bitcoin no Congresso dos EUA

“Buy Bitcoin”: 7 anos atrás, estagiário dizia para o mundo comprar Bitcoin no Congresso dos EUA

Quem seguiu o conselho tomou uma sábia decisão: o Bitcoin valorizou 2.321% desde então, indo de US$ 2.387 para US$ 57.801