moeda de Bitcoin ao lado de letreiro com ETF
Shutterstock

Após algumas semanas depressivas de saídas de capital, o cenário pode estar mudando para ETFs de Bitcoin à vista: na sexta-feira (3), todos os fundos desse tipo viram seus fluxos de caixa se tornarem positivos pela primeira vez.

Dados da Farside Investors mostram que a reviravolta unânime foi devido a investidores injetando mais dinheiro no Bitcoin Trust da Grayscale (GBTC) do que foi retirado desde que se tornou um ETF em janeiro.

Publicidade

O fundo vinha experimentando saídas de capital todos os dias, à medida que investidores que antes não podiam resgatar ações o faziam, muitas vezes em busca de fundos competitivos com taxas mais baixas.

Mas na sexta, o GBTC cresceu em US$ 63 milhões. Isso, combinado com investidores injetando dinheiro em todos os outros fundos de criptomoedas, significou que um total de US$ 378 milhões entrou no mercado coletivo de ETFs de Bitcoin naquele dia.

Esses dados representam uma reviravolta notável, já que os veículos de investimento tiveram seu pior dia registrado na semana passada, quando perderam mais de meio bilhão de dólares. E isso aconteceu após semanas de interesse decrescente dos investidores nos produtos.

A Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) aprovou em janeiro 11 ETFs de Bitcoin à vista após uma década de solicitações. Os fundos permitem que investidores comuns comprem ações que acompanham o preço da criptomoeda por meio de contas de corretagem.

Publicidade

Eles foram imediatamente e massivamente populares, com bilhões de dólares entrando nos fundos. A explosão na popularidade dos ETFs é creditada por impulsionar o preço do Bitcoin, que em março atingiu uma nova máxima histórica de US$ 73.747, de acordo com a CoinGecko.

Mas o entusiasmo inicial diminuiu no mês passado. Somado a isso, o Federal Reserve deu a entender que não estava com pressa para cortar as taxas de juros, e a turbulência no Oriente Médio afastou os investidores dos chamados ativos “de risco” como o Bitcoin.

Os investidores retirando dinheiro dos fundos exercem pressão descendente sobre o preço do Bitcoin, que agora está sendo negociado não apenas abaixo de sua máxima histórica de março, mas também abaixo do recorde de 2021 de US$ 69.044.

A sexta-feira trouxe um alívio bem-vindo. Será que uma mudança otimista sustentada no sentimento dos investidores poderia elevar novamente o preço da moeda?

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
solana, criptomoedas,

Este evento vai fazer a Solana atingir US$ 400 este ano, projeta analista

Para analista da Merkle tree, a Solana pode disparar 170% este ano puxado por memecoins ligadas aos candidatos na eleição dos Estados Unidos
Imagem da matéria: Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Pavel Durov detém 1% do maior token de jogo deste ano, doado pelos jogadores. E ele não está vendendo seus Notcoin – não agora, pelo menos
Imagem da matéria: ABCripto lança campanha de arrecadação de criptomoedas em apoio a vítimas de enchentes no RS

ABCripto lança campanha de arrecadação de criptomoedas em apoio a vítimas de enchentes no RS

Ação conjunta da ABcripto e associados visa levantar fundos e doações para desabrigados das inundações
Imagem da matéria: FIT21: Conheça o projeto de lei que promete transformar a regulação das criptomoedas nos EUA

FIT21: Conheça o projeto de lei que promete transformar a regulação das criptomoedas nos EUA

Aprovado na Câmara esta semana, o projeto FIT21 visa regular o setor de criptomoedas dando segurança para consumidores e estimulando empreendedores