Imagem da matéria: ETF de Bitcoin da BlackRock é o 3º mais investido por brasileiros no exterior
Foto: Shutterstock

O ETF de Bitcoin da BlackRock, iShares Bitcoin Trust (IBIT), foi o terceiro fundo de índice listado em Bolsa de Valores dos Estados Unidos em que os brasileiros mais investiram no mês de março. O levantamento foi feito pela firma de investimentos Avenue e publicado no Valor Investe.

O produto da BlackRock ficou atrás apenas VOO, ETF que segue o índice S&P 500, e do VNQ, ETF que segue segue o Vanguard Real Estate, um dos indicadores de desempenho do setor imobiliário dos Estados Unidos. 

Publicidade

“Seguindo essa linha de acompanhar o ‘buzz’ do mercado, o ETF de Biticoin também é outro ativo que atrai a atenção dos investidores de varejo, principalmente com o bitcoin batendo novas máximas”, disse Castro Alves, estrategista-chefe da Avenue, ao Valor.

O levantamento não informa os valores que os brasileiros aportaram no ETF de Bitcoin da BlackRock. Mas de forma geral, os 11 ETFs de Bitcoin à vista listados nos Estados Unidos já somam quase US$ 60 bilhões em capitalização — o da BlackRock detém mais de US$ 16 bilhões em ativos.

Recentemente, em mudanças de pós-registro apresentadas no dia 5 de abril, a BlackRock nomeou como “participantes autorizados” de seu iShares Bitcoin Trust (IBIT) bancos como Citadel, Goldman Sachs, UBS e Citigroup. Um participante autorizado é responsável por criar e resgatar cotas do fundo para manter o preço do IBIT próximo ao do Bitcoin (BTC).

Os quatro novos bancos se juntam a uma notória lista que inclui ABN AMRO, JP Morgan, Jane Street, Macquarie Capital e Virtu, que foram nomeados pela BlackRock como parceiros no registro de 10 de janeiro, um dia antes do lançamento oficial do fundo.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda do Bitcoin envolta por raios (Lightning Network)

Lightning Labs está trazendo stablecoins para a blockchain do Bitcoin

“Ideia é ter dólares criptografados e stablecoins na blockchain do Bitcoin”, explicou Elizabeth Stark, CEO da Lightning Labs
Nathalia Arcuri falando em evento

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria de conteúdo via blockchain

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria via blockchain e promovem educação financeira de criptoeconomia gratuita
Pedra Furada em Jericoacoara

Conheça a história dos comerciantes que aceitam Bitcoin em Jericoacoara

Vila no Ceará tem mercado, restaurante e até vendedor de picolé aceitando Bitcoin como forma de pagamento
Moeda dourada de Bitcoin (BTC) sobre cédulas de cem dólares

Os impactos do halving do Bitcoin e o que ele nos ensina sobre a Economia Global | Opinião

Para o autor, a lei da oferta e da demanda pode impactar o Bitcoin, além de enfatizar a importância da escassez para a inflação