Imagem da matéria: Empresa canadense de mineração de Bitcoin fecha contrato com Paraguai para usar energia de Itaipu
Usina de Itaipu é uma das maiores do mundo (Foto: Shutterstock)

A empresa canadense de mineração de criptomoedas Pow.re anunciou nesta quarta (8) que fechou um contrato de fornecimento de 100 megawatts (MW) de energia com o Paraguai. A eletricidade virá de Itaipu, usina hidrelétrica compartilhada com o Brasil e uma das maiores do mundo. As informações são do portal CoinDesk.

O contrato entre a empresa e o governo paraguaio irá durar cinco anos e define os custos que serão cobrados da eletricidade, mas a Pow.re não divulgou quanto irá pagar por cada megawatt.

Publicidade

Com um custo de energia mais baixo que o de várias outras regiões por conta da Itaipu, o Paraguai se tornou um local de interesse para a mineração de Bitcoin, que faz um uso intensivo do recurso no processo de consenso proof of work (PoW).

A ANDE (Administración Nacional de Electricidad), empresa pública responsável pela gestão dos recursos de energia elétrica, já começou a cobrar uma tarifa maior de empresas de mineração de criptomoedas.

Esse tem sido um tema quente na política local: um projeto de lei que reconhecia a mineração de criptomoedas como uma atividade do setor industrial e possibilita a emissão de licença a corretoras foi aprovado no Legislativo e vetado pelo presidente Mario Abdo Benítez; o Senado derrubou o veto, mas o texto foi então recusado na Câmara dos Deputados.

A operação da Pow.re ficará na região de Yguazu, onde já começou a construção de uma subestação que irá receber energia elétrica direramente de Itaipu e converter de forma que seja utilizável para indústria. Quando toda a infraestrutura estiver pronta, a companhia diz que terá uma capacidade computacional de 4.5 exahash por segundo (EH/s).

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração de uma lâmpada flamejando B de bitcoin

MB lança Fist, primeiro token de Renda Variável Digital no setor de energia elétrica

O investimento, disponível pela primeira vez para pessoa física, possui validade de 30 anos, com dividendos que variam de 0,9% a 1,2% ao mês
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Ethereum surpreende e cai 3,6% após aprovação dos ETFs

Manhã Cripto: Ethereum surpreende e cai 3,6% após aprovação dos ETFs

Embora esteja em queda nesta sexta, o Ethereum ainda registra ganhos de mais de 21% na semana
Imagem da matéria: Volume de negociação de 'Notcoin' ultrapassa US$ 1 bilhão no maior airdrop de jogos de 2024

Volume de negociação de ‘Notcoin’ ultrapassa US$ 1 bilhão no maior airdrop de jogos de 2024

Jogo Notcoin, baseado no Telegram, lançou mais de 80 bilhões de tokens para cerca de 35 milhões de jogadores em um airdrop
Imagem da matéria: MB e Rappi se unem para celebrar data histórica para Bitcoin com entrega de pizzas a clientes da exchange

MB e Rappi se unem para celebrar data histórica para Bitcoin com entrega de pizzas a clientes da exchange

A plataforma de ativos digitais também promove campanha para recompensar trades realizados até 4 de junho