Imagem da matéria: Economista chama a criptomoeda do Facebook de "dinheiro falso"
Foto: Shutterstock

Em um novo artigo chamado “Dinheiro falso do Facebook“, o economista Thorsten Polleit conta a investida do Facebook no mercado das criptomoedas por meio de seu token Libra.

Libra não é dinheiro

A principal crítica do economista é que a libra não pode ser considerada boa pelo simples fato de ser dependente de moedas fiduciárias. “As moedas fiduciárias são inflacionárias; eles enriquecem alguns à custa de muitos outros. A emissão de moedas fiduciárias causa distorções nos mercados de crédito, o que provoca bolhas especulativas e desencadeia booms e colapsos, e por último mas não menos importante, as moedas fiduciárias levam as economias ao superendividamento”.

Publicidade

“Dinheiro sadio” é um termo que evoluiu ao longo dos anos. Onde antes poderia se referir exclusivamente a moedas de ouro, agora pode se referir a coisas como Bitcoin.

Para Polleit, a Libra representa uma ameaça ao setor bancário. Em uma audiência no congresso americano, a deputada de Nova York, Carolyn Maloney, perguntou: E se muito dinheiro for para Libra e for retirado do sistema bancário tradicional?

“Os bancos tradicionais têm boas razões para se preocupar. A Libra está prestes a desviar transações de contas bancárias e colocá-las nas mãos da Libra Association. Não os bancos, mas a Associação por trás da Libra coletará as taxas e receberá dados preciosos sobre quem paga o quê, quando e onde. Os bancos ficarão ainda mais distantes se os clientes começarem a usar a Libra também para fins de poupança. Porque então eles também perderiam os depósitos e poupança com os quais refinanciam seus balanços a baixo custo. Ou pense no negócio de crédito: a Libra pode, em algum momento, também fornecer a seus clientes empréstimos de curto prazo ao consumidor.”

O que é a Libra

O Facebook anunciou a criação da criptomoeda Libra no dia 18 de junho, juntamente com uma associação, a Libra Association.

Publicidade

A entidade vai supervisionar o novo produto da rede social que será aberto a outras empresas, como já anunciadas, por exemplo, a Visa e Mastercard, ou fundos de investimentos bilionários, como Andreessen Horowitz.

De acordo com o white paper da Libra, tanto a blockchain como uma carteira para a nova criptomoeda serão lançados em 2020. A subsidiária ‘Calibra’ será a responsável.

Conforme publicação, a rede blockchain terá pelo menos 100 nodes, sendo que 28 já estão fechados com o projeto.

De acordo com a empresa, a carteira digital para a Libra estará disponível no Messenger, WhatsApp e em um aplicativo independente para realização de pagamentos e transferências globais via blockchain.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Arte digital mostra mãos operando um celular que projeta moedas

Como declarar tokens de utilidade no Imposto de Renda 2024?

Entenda como declarar os utility tokens, ativos que dão acesso a serviços específicos
Imagem da matéria: Coinbase sai do ar durante madrugada após interrupção do sistema

Coinbase sai do ar durante madrugada após interrupção do sistema

Embora a Coinbase tenha informado nesta manhã que o problema estava resolvido, sua página de status ainda indica que o app móvel e site estão com “desempenho prejudicado”
Logo da ftx, dólares e bitcoin

Analistas preveem alta no mercado cripto com ressarcimento bilionário a clientes da FTX

A FTX deve cerca de US$ 11 bilhões a credores, mas a massa falida conseguiu levantar mais de US$ 14 bilhões
Estátua da justiça e martelo de juiz à frente de bandeira do Canadá

Canadá multa Binance em R$ 22,5 milhões por violar as leis de combate à lavagem de dinheiro 

Agência do governo menciona falta de registro e ausência de relatório de transações enquanto corretora operou no país