Imagem da matéria: Dificuldade de mineração do bitcoin cai pela primeira vez em 2022
Foto: Shutterstock

Depois de seis consecutivos de crescimento, a dificuldade de mineração do bitcoin finalmente registrou uma queda. No ajuste periódico de quinta-feira (3), a mineração do bitcoin ficou 1,49% mais fácil, caindo de 27,9 T (trilhões de hashes) para 27,5 T, segundo dados da Braiins.

Essa foi a primeira vez que desde novembro de 2021 que a dificuldade caiu ao invés de subir. No final do ano passado, o ajuste de dificuldade iniciou uma tendência de alta que se estendeu por três meses, com o primeiro recuo chegando essa semana.

Publicidade
Dificuldade de mineração do bitcoin
Dificuldade de mineração do bitcoin (Fonte: Braiins)

A dificuldade de mineração mede quão fácil ou difícil é para um minerador adicionar novos blocos na blockchain e ganhar bitcoin recém-criados como recompensa.  

Antes dessa queda, a dificuldade de mineração da criptomoeda estava no nível mais alto da história, o que significa que o bitcoin nunca teve tantos participantes dedicando poder computacional para rede como no final de fevereiro de 2022.

Esse crescimento é possível identificar no hashrate do bitcoin que representa o poder computacional total da rede. No dia 17 de fevereiro, o hashrate do bitcoin bateu um recorde de 218 EH/s.

Com o aumento da concorrência, adicionar blocos na rede fica cada vez mais difícil para os mineradores que, para aumentar suas chances, devem dedicar mais poder para a rede do bitcoin.

Publicidade

Apesar disso, o movimento é positivo já que quanto maior o hashrate, mais seguro o BTC se torna uma vez que mais poder computacional será exigido de qualquer um que tente realizar um ataque contra o ecossistema.  

Dificuldade de mineração

A blockchain do bitcoin é projetada para ajustar a dificuldade de mineração a cada 2.016 blocos, o que leva cerca de duas semanas para acontecer. 

Esse ajuste periódico é necessário para garantir que a produção de um novo bloco na blockchain do BTC aconteça a cada dez minutos, independente de quantos participantes estejam minerando na rede.

Se nesse intervalo de duas semanas gerar um novo bloco leva menos de dez minutos, a dificuldade aumenta; se demora mais de dez minutos, a dificuldade diminui.

Publicidade

Quanto mais mineradores estiverem on-line, mais competição haverá entre eles para confirmar um bloco (e obter a recompensa) que, por sua vez, dificulta a mineração.

VOCÊ PODE GOSTAR
Pizza em uma mão moeda de bitcoin na outra

Bitcoin Pizza Day: Corretoras comemoram data histórica do Bitcoin com promoções; confira

Semana tem pizza grátis, cashback, joguinho e descontos em comemoração à primeira transação comercial com o Bitcoin realizada há 14 anos
o que é mineração de bitcoin

Dificuldade de mineração de Bitcoin está despencando, mas por quê?

A redução no preço do Bitcoin, combinada com a diminuição das recompensas de mineração, resulta em menos mineradores e em uma rede menos robusta — pelo menos por enquanto
Anic de Almeida Peixoto Herdy é casada com herdeiro da Unigranrio

Herdeira é sequestrada em Petrópolis e criminosos exigem resgate em Bitcoin

Técnico de informática amigo do casal conversou com sequestradores por entender de criptomoedas e foi preso por suspeita de envolvimento
Criador do Twitter e da Square, Jack Dorsey em palestra no TED

Preço do Bitcoin atingirá US$ 1 milhão até 2030, diz Jack Dorsey

Em uma entrevista recente, o cofundador do Twitter e da Block argumentou que o Bitcoin poderia atingir US$ 1 milhão e ir “além” no futuro