Imagem da matéria: Corretoras voltam a anunciar demissões em massa
Foto: Shutterstock

As corretoras de criptomoedas Bybit e a Swyftx são as mais novas vítimas da propagação da crise no setor após o colapso da FTX. Ambas as empresas anunciaram cortes nesta segunda-feira (5).

“Decisões difíceis tomadas hoje, mas tempos desafiadores exigem decisões desafiadoras. Acabei de anunciar planos para reduzir nossa força de trabalho como parte de uma reorganização contínua do negócio, à medida que nos movemos a fim de reorientar nossos esforços para o aprofundamento do mercado de baixa”,  afirmou Ben Zhou, CEO da Bybit.

Publicidade

De acordo com Zhou, as demissões previstas “serão generalizadas”, afetando 30% da equipe da empresa.

Ele acrescentou: “É importante garantir que a Bybit tenha a estrutura e os recursos certos para navegar na desaceleração do mercado e seja ágil o suficiente para aproveitar as muitas oportunidades à frente.”

Com um volume de negociação de cerca de US$ 310 milhões nas últimas 24 horas, a Bybit, com sede em Dubai, está classificada entre as 20 maiores exchanges de criptomoedas do mundo, de acordo com o CoinGecko.

Respondendo a um cliente preocupado com o fato das demissões afetarem as operações da ByBit, Zhou assegurou que este não é o caso, uma vez que o movimento foi concebido para garantir a “sustentabilidade a longo prazo” da plataforma de negociação.

Em uma entrevista com a Bloomberg, Zhou citou a desaceleração geral nos mercados cripto, a falência da BlockFi, e as dificuldades da Genesis como sinais “para nos dizer que estamos entrando em um novo inverno ainda mais frio do que tínhamos previsto, tanto do ponto de vista da indústria como do mercado.”

Publicidade

Swyftx corta 90 funcionários

Juntando-se à Bybit, a exchange Australiana Swyftx anunciou, que pretende demitir cerca de 90 membros da equipe ou 35% da força de trabalho da empresa.

De acordo com o CEO Alex Harper, “a Swyftx não tem exposição direta à FTX, mas não estamos imunes às consequências que ela gerou para os mercados cripto.”

“Como resultado, temos que nos preparar com antecedência para o pior cenário de novas quedas significativas nos volumes de trades globais durante o primeiro semestre de 2023 e o potencial para mais eventos do tipo Cisne Negro”, disse Harper em um comunicado.

Para a Swyftx, com sede em Brisbane, esta é a segunda rodada de demissões este ano, com 74 pessoas deixando a empresa em agosto. Essa segunda onda de demissões também ocorre quando a Swyftx passa por um aumento de capital, com a empresa buscando uma fusão de 1,5 bilhões de dólares com a corretora Superhero.

Publicidade

As notícias de hoje chegam menos de uma semana após a Kraken anunciar que estava cortando cerca de 1.100 funcionários, ou 30% de sua equipe, com seu CEO, Jesse Powell, citando preocupações econômicas mais amplas e um mercado cripto de baixa que ainda não viu chance de voltar a respirar.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

Participe da comunidade de WEB3 que mais cresce no Brasil. Clique aqui e venha conversar no Discord com os maiores especialistas do país.

VOCÊ PODE GOSTAR
ilustração mostra logo da pepecoin PEPE subindo ao céu

Trader transforma R$ 2 mil em R$ 17 milhões graças ao triunfo da Pepecoin (PEPE)

Ao comprar a memecoin após o lançamento, o trader teve um ganho de 7.368x no investimento
Bitcoin em gráfico de alta com seta azul apontado para o alto

Traders esperam que Bitcoin supere a máxima de US$ 74 mil em breve

“Esperamos um impulso de alta aqui que pode nos levar de volta às máximas de US$ 74 mil”, disse a QCP Capital sobre o momento do Bitcoin
Moedas douradas à frente de bandeira do Brasil

Anbima propõe novas regras para fundos de criptomoedas e abre consulta pública

Entre outras regras, Anbima propõe uma padronização na precificação das criptomoedas dos fundos desse tipo; consulta vai até 20 de junho
Cofre dourado no formato de baleia receb moedas shiba inu SHIB

Baleias voltam a encher os bolsos de Bitcoin, mostra análise

A acumulação acelerada de baleias é um sinal de que o mercado altista do Bitcoin ainda está ativo