David Vélez CEO do Nubank
David Vélez, CEO do Nubank (Foto: Divulgação)

Maior banco digital do Brasil, o Nubank está otimista com o futuro das criptomoedas e defende que as pessoas invistam no Bitcoin (BTC), segundo afirmou o fundador e CEO do Nubank, David Vélez, em entrevista a revista Fortune.

“Acreditamos no Bitcoin como um ativo no qual os consumidores devem investir e, portanto, oferecemos uma plataforma de investimento em criptomoedas”, explicou ele. “Sempre nos sentimos um pouco assim, especialmente em mercados como a América Latina, onde você vê uma inflação significativa, onde você vê muita desvalorização, acreditamos em oferecer Bitcoin ou mesmo stablecoins como forma dos clientes investirem e protegerem suas economias”, disse o executivo.

Publicidade

Segundo ele, sempre houve na empresa uma crença de que a blockchain é uma nova tecnologia que pode melhorar vários setores verticais da economia, dando o exemplo do Drex, o real digital. “Achamos que isso [Drex] poderia realmente permitir uma série de casos de uso interessantes, como, por exemplo, o crédito colateralizado de cartão de crédito”, afirmou.

Apesar do entusiasmo, Vélez lembra que o Nubank entrou no mercado de criptomoedas “um pouco tarde”, já que o banco só lançou sua plataforma durante o inverno cripto. Por outro lado, ele destaca que a companhia preferiu ser mais criteriosa, evitando oferecer “milhares de tokens diferentes, onde talvez 98% deles não eram ativos de investimento reais”.

“Adotamos uma abordagem muito diferente. Estamos um pouco atrasados para o jogo, mas estamos muito focados em tentar diferenciar o que é apenas pura especulação no mundo cripto do que é real na tecnologia”, explica ele.

Bitcoin prevalece

O executivo reforçou ainda sua aposta no Bitcoin e lembrou que o banco já possui sua própria cripto. “Achamos que o Bitcoin é diferenciado de todo o resto, e há alguns outros tokens que fazem sentido. Até lançamos nosso próprio token, Nucoin, que já é usado ativamente por mais de 8 milhões de nossos clientes”, disse.

Publicidade

Questionado sobre o futuro das finanças, Vélez afirmou que acha “que os criptoativos desempenharão um papel em uma série de aplicações diferentes, com a blockchain permitindo a simplificação de uma série de setores verticais que ainda são muito complexos ao mesmo tempo que permite remessas em tempo real a custo próximo de zero”.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin e todo mercado continuam em queda, enquanto Biden se aproxima do setor

Manhã Cripto: Bitcoin e todo mercado continuam em queda, enquanto Biden se aproxima do setor

Autoridades do governo do presidente dos EUA, Joe Biden, devem participar de uma mesa redonda sobre Bitcoin
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Trump se apresenta como ‘criptopresidente’ em evento de arrecadação de fundos

O candidato presidencial republicano dobrou sua postura pró-cripto durante evento em São Francisco, EUA
Imagem da matéria: MB lança campanha comemorativa de 11 anos com ‘cakeback’ e oferece chance de ganhar dois ETH

MB lança campanha comemorativa de 11 anos com ‘cakeback’ e oferece chance de ganhar dois ETH

Os incentivos serão válidos para clientes antigos e novos entrantes da plataforma; campanha seguirá ativa por todo o mês de junho de 2024
Imagem da matéria: Bitcoin e Ethereum sobem após dado de inflação e antes de decisão de juros nos EUA

Bitcoin e Ethereum sobem após dado de inflação e antes de decisão de juros nos EUA

As principais criptomoedas, como o Bitcoin, sobem nesta quarta após o indicador de inflação dos EUA mostrar que os preços subiram menos que o previsto em maio