Imagem da matéria: Conglomerado do Japão defende XRP: “Não é valor mobiliário”

Em comunicado na segunda-feira (28), a SBI Holdings, instituição financeira que administra o conglomerado SBI Group do Japão, defendeu a parceira Ripple Labs das acusações da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) de que token XRP é um valor mobiliário.

De acordo com a nota, o SBI fez referência a um artigo publicado na quinta-feira (24) pelo Instituto de Pesquisa Nomura, onde o autor Sadakazu Osaki classifica o XRP de “ativo de criptomoeda” e não de valor mobiliário.

Publicidade

“O XRP é amplamente negociado por corretoras de criptomoedas no Japão, mas sob a lei japonesa, à luz da Lei de Liquidação de Fundos, o XRP é um ‘ativo de criptomoeda e foi estabelecida uma interpretação de que não se enquadra como valores mobiliários”, diz a nota.

A defesa do SBI chega dias depois que a SEC abriu um processo contra a Ripple Labs. Na ação, o regulador alega que Ripple levantou US$ 1,3 bilhão em XRP em vendas de valores mobiliários não registrados desde 2013 – e continua a fazê-lo.

SBI e Ripple

Ao longo dos anos, o SBI — que pertecene ao SoftBank — se envolveu em várias áreas dentro do setor criptoeconônico. Por exemplo, a criação da exchange VCTrade e do aplicativo para transferências de valores baseado em blockchain MoneyTap em parceria com a Ripple. Ambos projetos foram realizados em 2018.

De acordo com o Coindesk, a Ripple pretendia investir na MoneyTap, que planejava usar a tecnologia RippleNet para reduzir os custos de transferência para os japoneses.

Publicidade

Mas o que se vê agora são muitas empresas de criptomoedas se afastando do XRP em todo o mundo. A Bitwise, com sede nos EUA, liquidou seus XRPs — 4% do seu fundo; Na Europa, a Bitstamp deu até o dia 08 de janeiro para os usuários dos EUA encerrarem suas posições em XRP.

O impacto do processo da SEC também fez com que a gestora brasileira Hashdex retirasse a criptomoeda de seu índice, o HDAI. Antes, três corretoras — CrossTower, Beaxy e OSL — interromperam a negociação do token assim que souberam da investida do regulador americano contra a Ripple Labs.

VOCÊ PODE GOSTAR
Bolo de dólares em cima de outras notas

PF da Argentina prende família que lavava dinheiro de contrabando e jogos de azar com USDT

Com o filho preso e a esposa indiciada, o líder da quadrilha, Fabián Di Julio, o “El Gordo”, se entregou na última quarta-feira
Imagem da matéria: Hackers roubam números de telefone de 33 milhões de usuários do Authy

Hackers roubam números de telefone de 33 milhões de usuários do Authy

Como precaução, todos os usuários do Authy devem atualizar seus aplicativos para as versões mais recentes