Imagem da matéria: Corretora Bitstamp interrompe negociações de XRP para clientes dos EUA
Foto: Shutterstock

A Bitstamp, uma das exchanges de criptomoedas mais antigas do mercado, anunciou na sexta-feira (25) que vai interromper negociações de XRP para os usuários dos EUA. O motivo é o antigo impasse entre a Ripple e os reguladores americanos acerca do token, que acabou num processo na Comissão de Valores Mobiliários (SEC).

“Por conta do recente processo na SEC contra a Ripple, vamos interromper todas as negociações e depósitos de XRP para nossos clientes nos Estados Unidos no dia 08 de janeiro”, diz o comunicado da Bitstamp em seu site.

Publicidade

A Bitstamp não é a primeira a se antecipar diante da disputa jurídica entre a Ripple e SEC, o fundo de investimento Bitwise também liquidou os XRPs de seu fundo criado a menos de um mês. O XRP representava 3,8% da carteira do fundo. Como a empresa tem US$ 245 milhões de ativos sob gestão, o montante de XRP liquidado pode ter sido em torno de US$ 9,4 milhões.

Decisão da Bitstamp eleva alerta

No Brasil, a Hashdex fez o mesmo que a Bitwise. Segundo a gestora afirmou ao Portal do Bitcoin, foi convocada uma reunião de seu comitê de supervisão por causa da ação justamente para avaliar o impacto e as possíveis consequências para o índice que representa cerca 2,5% do portfólio do fundo máster.

“Isso não representa um risco de impacto significativo no valor das cotas dos fundos brasileiros, dada a limitação da representatividade do XRP em seus portfólios”, disse a corretora.

O processo da SEC levou o mercado da Ripple ao desespero. Além da Bitwise, Bitstamp e Hashdex, várias plataformas, como CrossTower e Beaxy, deixaram de negociar o token da Ripple. No dia do anúncio da SEC, por exemplo, o XRP caiu mais da metade — saiu de cerca de US$ 0,50 para US$ 0,22 em 24 horas.

Publicidade

SEC processa Ripple e diretores

O medo dos detentores do XRP vem da incerteza se a Ripple poderá sofrer derrota na SEC e ter que pagar multas na casa de bilhões de dólares pela emissão e venda da XRP sem autorização do órgão. Além de outros tipos de sanções que tanto a empresa quanto seus diretores Christian Larsen e Brad Garlinghouse podem sofrer ao final do processo.

A SEC alega que Ripple levantou US$ 1,3 bilhão em ofertas de valores mobiliários não registrados desde 2013. Com isso, teria violado as leis de proteção aos consumidores já que o conceito do XRP para o órgão é de valor mobiliário.

“Os réus não registraram suas ofertas e vendas de XRP ou satisfizeram qualquer isenção de registro, em violação das disposições de registro das leis de valores mobiliários federais”, disse a SEC.

O XRP está sendo negociado por cerca de US$ 0,30, apesar de ter se recuperado até US$ 0,37. No Brasil, no momento do texto, o token é negociado a R$ 1,60, com uma queda de cerca de 19% nas últimas 24 horas.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ethereum tem melhor sequência de alta em 3 anos e pode saltar 60% se ETF for aprovado, dizem analistas

Ethereum tem melhor sequência de alta em 3 anos e pode saltar 60% se ETF for aprovado, dizem analistas

Se a SEC aprovar os pedidos de ETF de Ethereum nesta quinta-feira, enviará um sinal positivo que pode levar o ativo a disparar, assim como ocorreu com o Bitcoin em janeiro
Cristiano Ronaldo veste camisa da Binance

Cristiano Ronaldo lança nova coleção de NFTs enquanto é alvo de processo de US$ 1 bilhão com a Binance

O anúncio do jogador chega 27 dias depois de os EUA condenarem o criador da Binance, Changpeng “CZ” Zhao, a 4 meses de prisão
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin têm entrada de US$ 303 mi, impulsionados por Fidelity e Grayscale

Os fluxos de entrada de ETFs de Bitcoin à vista nos EUA atingiram uma alta de US$ 303 milhões em duas semanas, já que o preço do Bitcoin ultrapassou US$ 66 mil