Imagem da matéria: Coinbase sai do ar durante madrugada após interrupção do sistema
Foto: Shutterstock

A exchange de criptomoedas norte-americana Coinbase ficou horas fora do ar na madrugada desta terça-feira (14) após uma “interrupção ampla do sistema” atingir a plataforma por volta das 1h15 (horário de Brasília).

A conta de suporte da empresa com sede em São Francisco garantiu no X aos usuários que estava “investigando esse problema e trabalhando em uma solução”, acrescentando uma garantia de que os fundos dos usuários estavam seguros.

Publicidade

Horas depois, a exchange informou na rede social que estava tudo certo: “A Coinbase está agora totalmente recuperada”, escreveu. “Agradecemos sua paciência e pedimos desculpas pelo inconveniente.”

Vale a pena destacar que o site de status da Coinbase ainda mostra um alerta amarelo para “transações prejudicadas” — especificamente para o aplicativo móvel e o site da exchange. Mas o restante dos serviços da Coinbase, incluindo sua API, carteira de criptomoedas e pagamentos, estão agora totalmente operacionais.

A página ainda observa que a Coinbase está investigando o que pode ter causado a interrupção no início da manhã.

Mais cedo, durante a interrupção, alguns usuários divulgaram capturas de tela do aplicativo da Coinbase mostrando que a interrupção estava sendo referida como “manutenção planejada”. Mas todas as mensagens da própria empresa sugerem que isso não foi planejado.

Publicidade

Outros investidores reclamaram que a interrupção os impediu de vender qualquer um de seus ativos digitais.

Embora os traders não pudessem vender os ativos mantidos em suas carteiras da Coinbase, os investidores estavam vendendo as ações da empresa de capital aberto. Por volta das 12h, horário da Europa Central, as ações estavam sendo negociadas por US$ 195,56 no pré-mercado — uma queda de 3% em relação ao preço de fechamento da tarde de segunda-feira (13).

Bugs na Coinbase

A última vez que a Coinbase teve uma interrupção generalizada foi em fevereiro, quando os usuários viram seus saldos de conta zerados em meio a um período particularmente volátil para o Bitcoin.

O CEO da Coinbase, Brian Armstrong, postou no X na época que a exchange estava enfrentando um fluxo de tráfego em meio à última corrida de alta do Bitcoin, que viu o preço da principal criptomoeda se aproximar de US$ 64 mil antes de cair para quase US$ 60 mil em questão de minutos.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Sam Bankman-Fried da FTX falando em vídeo

Criador da FTX vai mudar de presídio nos Estados Unidos

Transferência de presídio pode durar até um mês nos EUA, com o detento sendo levado para várias penitenciárias até chegar ao destino final
Cachorro Shiba Inu que inspitou Dogecoin

Kabosu, a cachorrinha que inspirou a Dogecoin, falece aos 18 anos

Kabosu sofria de doença crônica e já era muito idosa; segundo sua dona, a cachorrinha “faleceu silenciosamente”
Ilustração de uma lâmpada flamejando B de bitcoin

MB lança Fist, primeiro token de Renda Variável Digital no setor de energia elétrica

O investimento, disponível pela primeira vez para pessoa física, possui validade de 30 anos, com dividendos que variam de 0,9% a 1,2% ao mês
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve