Imagem da matéria: Coinbase aposta alto no staking de ether apesar dos riscos com a fusão da blockchain
(Foto: Shutterstock)

Ao enfrentar a queda no preço das criptomoedas de um lado e gerar menos receita pela transação de usuários do outro, o CEO da Coinbase, Brian Armstrong, afirma que sua empresa não está focada em gerar lucro, e sim em staking.

“Em qualquer trimestre, pode aumentar ou cair”, explicou ele sobre o mercado cripto durante a apresentação de resultados mais recente da empresa. “É importante fazer a distinção entre o que está sob nosso controle e o que está além do nosso controle.”

Publicidade

O inverno cripto esfriou o interesse na negociação de ativos digitais tanto por investidores do varejo como institucionais. O volume negociado na Coinbase caiu em mais de 50% em comparação ao segundo trimestre de 2021, em uma queda de US$ US$ 467 bilhões para US$ 217 bilhões.

Durante a apresentação, a diretora financeira Alesia Haas admitiu que, ao enfrentar obstáculos, “investidores tendem a migrar de traders para hodlers”.

Porém, segundo ela, o número de usuários que transacionam mensalmente ainda subiu em 200 mil no segundo trimestre deste ano em comparação ao segundo trimestre de 2021.

Apostas da Coinbase

Em carta aos acionistas, a Coinbase destacou que está mantendo seus usuários próximos ao oferecê-los a capacidade de fazer o staking de cripto, afirmando: “Como consequência de nossas baixas taxas de negociação para clientes de varejo, nossa combinação [de usuários que transacionam mensalmente] teve uma tendência maior em relação a atividades não relacionadas a investimento — principalmente staking”.

Publicidade

Staking é o processo em que investidores obtêm juros com suas criptomoedas ao emprestá-las para validar transações no protocolo de uma rede. Permite que validadores em redes proof of stake (ou PoS, na sigla em inglês) operem, garantam a segurança da rede e processem transações.

De acordo com a carta, a corretora considera seu produto de staking como uma “vitória inicial” para a empresa. Também menciona que staking é um dos produtos priorizados pela Coinbase, cujo objetivo de longo prazo é se tornar a principal fornecedora de staking dentre as empresas envolvidas no setor cripto.

A Coinbase oferece recompensas pelo staking de tokens, incluindo ether (ETH), algorand (ALGO), cosmos (ATOM) e tezos (XTZ). Acrescentou cardano (ADA) à lista em março e solana (SOL) em junho.

No segundo trimestre fiscal deste ano, a Coinbase afirmou que 67% de seus usuários mensais interagiram com produtos não relacionados a investimentos oferecidos pela empresa, incluindo staking.

Publicidade

Não mencionou especificamente quantos de seus usuários estavam fazendo o staking de criptomoedas, mas afirmou: “Dentre todos os ativos que apoiamos, [a Coinbase] registrou maiores unidades nativas em staking no segundo trimestre em comparação ao primeiro trimestre”.

A empresa continua a focar em staking como parte de seu modelo de negócio em antecipação à fusão do Ethereum, à medida que a segunda maior criptomoeda em termos de capitalização de mercado realiza sua tão aguardada transição de um sistema de validação de transações proof of work (ou PoW) para proof of stake (ou PoS).

“No início de agosto, começamos a oferecer staking de ether para clientes institucionais pela primeira vez”, segundo a carta a acionistas. “Vamos continuar acrescentando mais ativos para staking tanto para nossos clientes do varejo quanto para os institucionais no futuro.”

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Quer investir em ativos digitais, mas não sabe por onde começar? O Mercado Bitcoin oferece a melhor e mais segura experiência de negociação para quem está dando os primeiros passos na economia digital. Conheça o MB!

VOCÊ PODE GOSTAR
ilustração mostra logo da pepecoin PEPE subindo ao céu

PEPE e BONK valorizam mais de 30% nas últimas 24 horas

Memecoin PEPE bateu sua máxima histórica nesta terça-feira (21), em momento de forte aquecimento do mercado cripto
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin têm entrada de US$ 303 mi, impulsionados por Fidelity e Grayscale

Os fluxos de entrada de ETFs de Bitcoin à vista nos EUA atingiram uma alta de US$ 303 milhões em duas semanas, já que o preço do Bitcoin ultrapassou US$ 66 mil
Imagem da matéria: Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Pavel Durov detém 1% do maior token de jogo deste ano, doado pelos jogadores. E ele não está vendendo seus Notcoin – não agora, pelo menos
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink