Imagem da matéria: Clientes da Braiscompany planejam protesto na sede da empresa: "Chega de desculpas"
Clientes da Braiscompany se organizam para protestar (Foto: Reprodução)

Clientes da Braiscompany estão organizando pelas redes sociais uma manifestação para as 12h de amanhã, quinta-feira (9), em frente à sede da empresa em Campina Grande, na Paraíba.

O mote do protesto é “Queremos nosso dinheiro” e a o chamado afirma que é “uma ação organizada pelos clientes lesados e enganados e que não aguentam mais desculpas esfarrapadas”.

Publicidade

Um cartaz com a chamada à ação tem sido espalhada em canais digitais que reúnem investidores da empresa desde a tarde de terça-feira (7).

A Braiscompany, que diz ter um negócio de “aluguel de criptoativos”, tem atrasado constantemente os pagamentos aos clientes desde dezembro, esquema acusado de ser pirâmide financeira por Tiago Reis, o CEO da Suno Research.

Em uma live realizada no dia 9 de janeiro, Antonio Neto Ais, criador da Braiscompany, afirmou que os atrasos nos pagamentos que tem ocorrido junto aos clientes da empresa são culpa da corretora de criptomoedas Binance. Segundo o empresário, a corretora tem colocado travas em saques e liquidações da empresa.

Legislativo e Ministério Público se envolvem

A crise da Braiscompany entrou em um ponto mais agudo nos últimos dias. Na segunda-feira (6), o Ministério Público da Paraíba (MPPB) informou que está investigando — novamente — a suposta empresa de investimentos em criptomoedas em decorrência de denúncias de clientes feitas ao órgão.

Publicidade

“O procedimento foi instaurado no último dia 26 de janeiro, tendo o representante do Ministério Público da Paraíba (MPPB) tomado as providências extrajudiciais com vistas à conciliação, inclusive, com a designação de audiência na última quinta-feira (2/2), à qual a Braiscompany não compareceu”, disse o órgão.

Na terça-feira (7), um vereador de João Pessoa decidiu se pronunciar sobre os atrasos nos pagamentos que a Braiscompany deve aos clientes espalhados por todo Brasil, especialmente na Paraíba, estado onde está baseada. 

Trata-se de Odon Bezerra (PSB), vereador da capital paraibana que também atua como professor de Direito do Consumidor e tem uma passagem de 16 anos na liderança do Procon no estado.

“Diante desse quadro que venho acompanhando desde o começo, eu fiquei sensibilizado com a situação de algumas pessoas que passaram a vida inteira economizando, viram uma oportunidade, e agora se encontram num verdadeiro calvário nos últimos dois meses com essa situação da Braiscompany”, explicou Bezerra.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Fed e o Banco do Japão levarão o Bitcoin a US$ 1 milhão, diz Arthur Hayes

Fed e o Banco do Japão levarão o Bitcoin a US$ 1 milhão, diz Arthur Hayes

Um complexo emaranhado entre bancos centrais em relação ao iene levará a uma frenética impressão de dinheiro, elevando o preço do Bitcoin, diz o cofundador da BitMEX
máquinas de mineração de criptomoedas apreenidas em

Polícia apreende 396 mineradoras de Bitcoin em casa de ex-deputado paraguaio

Miguel Cuevas, que já foi preso por enriquecimento ilícito, agora pode também ser investigado por furto de energia
Tela de computador com logotipo da Binance e lente de aumento

Binance vendeu direito de crédito de clientes na Genesis sem consentimento, diz jornal

Os supostos clientes afetados são da Gopax, corretora que a Binance comprou no ano passado para operar na Coreia do Sul
Bandeira da Argentina com moeda de Bitoin do lado

Argentina se reúne com autoridades de El Salvador para discutir adoção de Bitcoin

Há cerca de três anos, El Salvador se tornou o primeiro país do mundo a incorporar o Bitcoin, junto com o dólar, como moeda oficial