Imagem da matéria: CEO da Ripio defende adoção de criptomoeda argentina ao invés da dolarização do país
Shutterstock

Em entrevista concedida ao Portal do Bitcoin nesta semana o empresário argentino Sebastián Serrano, cofundador e CEO da exchange de criptomoedas local Ripio, defendeu uma visão alternativa sobre um tema que está em alta em sua terra natal: ama dolarização da economia na Argentina.

Para Serrano, uma opção mais segura poderia vir da tecnologia blockchain, com a criação de uma “criptomoeda argentina” com regras próprias e mais fortes que as posições políticas de momento na região.

Publicidade

A ideia de dolarização ganhou força com a ascensão do polêmico candidato à presidência da Argentina, Javier Milei, que também é a favor do Bitcoin. O tema foi inclusive comentado por Roberto Campos Neto, o presidente do Banco Central do Brasil.

Leia também: Conheça as ideias de Javier Milei para a economia da Argentina: “Bitcoin é resposta contra o golpe dos Bancos Centrais”

Peso e dolarização na Argentina

Sobre o plano proposto por Milei, que é a eliminação do peso para a dolarização total da economia no país, Serrano diz que não o vê como uma solução para a complexa situação econômica da Argentina. “Todo país deve ter a sua moeda própria, sua própria forma de mensurar o valor de seus ativos para trocas comerciais”, afirma.

Ele admite que atualmente o peso já não permite essa avaliação de forma precisa, o que obriga os argentinos a recorrer a outros ativos como o dólar para obter uma base de cálculo nas transações comerciais.

Publicidade

No entanto, Serrano defende que “uma unidade econômica que mede o próprio desempenho e riquezas locais é fundamental para a economia de qualquer país”. Por isso, ele diz ser muito importante que o governo tenha capacidade de controlar as variáveis cambiais que afetam a economia.

Sebastián Serrano, CEO da Ripio (Divulgação)

Criptomoeda argentina

Serrano acredita que “é hora de considerar a criação de uma criptomoeda argentina com regras próprias e mais fortes” do que os posicionamentos políticos do governo de ocasião ou mesmo das políticas de momento do banco central local.

“Estou realmente questionando o modelo financeiro atual, que é muito vulnerável a falhas”, disse Serrano, questionando: “Por que não darmos um salto para o futuro e no lugar de dolarizar, criarmos um sistema mais forte baseado em contratos inteligentes que visam fortalecer o país, [e] não ambições de determinado governo ou partido político?”

Criptodólar

Serrano disse que acredita que a própria stablecoin da Ripio, o criptodólar UXD, lançada no início deste mês, poderia ser uma alternativa à dolarização. Contudo, ele disse que sua maior preocupação é que “não ter uma base própria de unidade de valor para ser unidade de conta, meio de pagamento ou reserva de valor, é temerário para qualquer país”.

Publicidade

Ele acrescenta que essas inseguranças já foram vivenciadas em outras situações na Argentina e que “o argentino vai continuar procurando proteger seu patrimônio com alternativas como as as stablecoins, que não dependem do que um governo decidir e ainda fazem parte de um mercado aberto para operações 24/7”.

Preço do Bitcoin na Argentina

Perguntado sobre como uma dolarização na Argentina impactaria o preço do Bitcoin em pesos no país – uma correlação que recentemente bateu o recorde histórico -, Serrano antecipou que não espera mudanças em grande escala pelo menos até o fim deste ano.

Segundo ele, mudanças desse patamar também dependem de fatores complexos, em especial os macroeconômicos globais, como, por exemplo, decisões relativas à taxa de juros nos EUA. “De toda forma, o BTC continuará sendo visto como uma reserva de valor para os argentinos e sendo cada vez mais adotado”, ressaltou.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: PF prende hacker que vendia dados de 223 milhões de brasileiros por criptomoedas

PF prende hacker que vendia dados de 223 milhões de brasileiros por criptomoedas

“Vandathegod” foi responsável pelo maior vazamento de dados da história do Brasil
Imagem da matéria: ETF de Bitcoin da BlackRock deve superar o da Grayscale após o halving

ETF de Bitcoin da BlackRock deve superar o da Grayscale após o halving

Analista da Bloomberg, Eric Balchunas, aponta que o “GBTC atualmente mantém uma vantagem de US$ 2,3 bilhões,” metade do que era na semana passada
Celular com logotipo da BInance

Binance lista 6 novos pares de negociação com USDC e lira turca

A corretora também vai incluir os novos pares em seu serviço de robôs de negociação (trading bots)
Imagem da matéria: Saga anuncia airdrop gigantesco de projetos Ethereum, Solana e Avalanche

Saga anuncia airdrop gigantesco de projetos Ethereum, Solana e Avalanche

Projetos em várias redes estão ajudando a Saga a impulsionar o staking com pacotes de tokens e recompensas de airdrops nos próximos meses