Celular com o logo da plataforma Celsius sobre um caderno e próximo a uma caneta e um notebook com moedas de Bitcoin em cima
(Foto: Shutterstock)

A ameaçada credora de criptomoedas Celsius deu atualizações sobre sua situação, afirmando que seu “objetivo continua sendo estabilizar nossa liquidez e operações”.

“Esse processo levará tempo”, afirma a empresa com sede em Nova Jersey em artigo publicado na noite de domingo (19).

Publicidade

A Celsius alegou que está mantendo “um diálogo aberto com reguladores e autoridades” e visa “encontrar uma solução”.

Também acrescentou que está pausando suas sessões no Twitter Spaces e de “Pergunte-me Algo” (ou AMA, na sigla em inglês) no Reddit para “focar em navegar esses desafios inéditos e buscar cumprir com nossas responsabilidades à nossa comunidade”.

A Celsius abruptamente cancelou sua sessão de AMA no Reddit na sexta-feira passada (17) quando o CEO Alex Mashinsky apareceu em um curto vídeo no canal da empresa no YouTube divulgando uma mensagem parecida.

Em uma iniciativa que abalou toda a indústria de criptomoedas, a Celsius congelou saques, negociações e transferências entre contas no domingo retrasado (12), citando “condições extremas de mercado”.

A decisão teve um papel significativo na queda de mercado, pois o bitcoin (BTC) despencou abaixo de US$ 18 mil no último fim de semana.

Publicidade

Neste momento, o bitcoin registra uma alta de 6% nas últimas 24 horas e é cotado acima de US$ 20 mil, segundo o CoinMarketCap.

Plano de recuperação para a Celsius

Enquanto isso, BnkToTheFuture, a principal investidora da Celsius, ofereceu ajudar a empresa ao implementar uma “inovação financeira”, similar à que utilizou para salvar a corretora cripto Bitfinex.

BnkToTheFuture é uma plataforma online e global de investimentos que permite que pessoas invistam em empresas de tecnologia financeira (ou fintechs), fundos e outros novos produtos financeiros alternativos. Em junho de 2020, a Celsius lançou uma oferta de ações com a BnkToTheFuture, arrecadando US$ 20,46 milhões vindos de mais de mil investidores.

“Acredito que finanças tradicionais não trarão uma solução imediata para a Celsius, como vimos [acontecer] no passado com Mt. Gox, que ainda continua sem solução dez anos depois”, afirmou Simon Dixon, CEO da BnkToTheFuture, em um artigo.

Publicidade

A Bitfinex recorreu ao token UNUS SED LEO (LEO) em maio de 2019 para arrecadar US$ 1 bilhão, vendendo o token recém-criado em troca de tether (USDT) para substituir US$ 850 milhões perdidos pela corretora ao banco panamense Crypto Capital.

Segundo Dixon, “isso foi resolvido em nove meses e funcionou muito bem para depositantes”.

Dixon alega que não divulgaria detalhes específicos do plano de recuperação “antes de Alex e o conselho da Celsius estarem prontos”, acrescentando que “cabe a mim oferecer soluções, pois temos a experiência, licenças e a tecnologia para tal”.

“Nossa indústria voltou mais forte de cada desastre e, agora, é a hora de oferecermos apoio de uma forma ascendente, em conformidade com as regulações que sempre seguimos”, explicou Dixon.

A oferta de Dixon surgiu logo após relatos de que o fundo canadense de pensão Caisse de dépôt et placement du Québec (ou CDPQ) e o nova-iorquino WestCap Group — empresas que lideraram a rodada de financiamento “series B” de US$ 750 milhões da Celsius em 2021 — não estão dispostos a resgatar a abalada credora cripto.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Regulação das criptomoedas ficará pronta em 2025, diz diretor do Banco Central

Regulação das criptomoedas ficará pronta em 2025, diz diretor do Banco Central

Segundo o diretor de Regulação do Banco Central, Otavio Damaso, o regulador deve fazer uma segunda consulta pública sobre a regulação das criptomoedas em setembro
Celular com o logo da CVM e notebook aberto no site da Comissãod e Valores Mobiliários

Caso contra Atlas Quantum exemplifica a longa demora para CVM julgar processos

O prazo médio para a Comissão de Valores Mobiliários terminar de julgar Termos de Acusação é de quatro anos e meio
Propaganda do jornal Epoch Times

CFO de jornal é acusado de lavagem de dinheiro com criptomoedas no valor de US$ 67 milhões

Executivo é acusado de usar a equipe “Make Money Online” do veículo de notícias para lavar o produto da fraude usando criptomoedas
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Trump se apresenta como ‘criptopresidente’ em evento de arrecadação de fundos

O candidato presidencial republicano dobrou sua postura pró-cripto durante evento em São Francisco, EUA