Fachada de um prédio da BlackRock na Califórnia, EUA
Shutterstock

A maior gestora do mundo, BlackRock, protocolou documentos na Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) nesta quarta-feira (20) para lançar um fundo baseado em ativos tokenizados. O tamanho total do fundo não foi divulgado.

O fundo será criado em parceria com a Securitize, uma empresa de ativos digitais especializada em tokenização e que já fez parcerias com KKR, Hamilton Lane e outras gestoras na criação de fundos tokenizados.

Publicidade

Registrado nas Ilhas Virgens Britânicas em 2023, o BlackRock USD Institutional Digital Liquidity Fund atuará como um fundo de investimento coletivo. De acordo com a BlackRock, o investimento mínimo aceito de qualquer investidor externo será de US$ 100.000. Em sua apresentação, a BlackRock se recusou a especificar o montante do fundo, mas os valores da aplicação variam de US$ 1 a US$ 100 milhões.

A notícia do fundo surge em meio às esperanças de que um ETF de Ethereum à vista possa ser aprovado após a SEC ter aprovado 11 ETFs de Bitcoin à vista em janeiro. Em fevereiro, o iShares Bitcoin Trust da BlackRock ultrapassou US$ 1,3 bilhão em ações após o lançamento.

Leia também: Analistas afirmam que ETF de Ethereum tem só 35% de chances de aprovação nos EUA

“Vejo valor em ter um ETF de Ethereum”, disse o CEO da BlackRock, Larry Fink, à CNBC em janeiro. “Como eu disse, esses são apenas passos em direção à tokenização.”

Embora a BlackRock tenha sido sucinta em detalhes, a empresa registrou uma aplicação junto à SEC para um iShares Ethereum Trust em fevereiro. A especulação em torno do Institutional Digital Liquidity Fund gira em torno do fundo ser baseado em Ethereum, com ativos de stablecoin na cesta.

* Traduzido e editado com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin e ethereum com gráfico ao fundo

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) supera US$ 72 mil com halving cada vez mais próximo; ETH dispara 6%

É a primeira vez que o Bitcoin bate a marca de US$ 72 mil desde meados de março
Imagem da matéria: Investidores de Solana perdem R$ 2,3 milhões após bot de Telegram ser invadido

Investidores de Solana perdem R$ 2,3 milhões após bot de Telegram ser invadido

O Solareum está encerrando suas atividades depois de sofrer uma aparente invasão que drenou carteiras de 300 usuários
Imagem da matéria: Bitcoin, Ethereum e Solana desabam e R$ 1 bilhão são liquidados do mercado em uma hora

Bitcoin, Ethereum e Solana desabam e R$ 1 bilhão são liquidados do mercado em uma hora

O Bitcoin começou o dia cotado a US$ 71 mil; agora, seu preço desaba para a US$ 66 mil
Imagem da matéria: Ex-ministro do Petróleo da Venezuela é preso por corrupção com uso de criptomoedas

Ex-ministro do Petróleo da Venezuela é preso por corrupção com uso de criptomoedas

O ex-ministro Tareck El Aissami foi preso por participar de esquema que desviou US$ 15 bilhões da venda de petróleo usando criptoativos