Imagem da matéria: Bitcoin (BTC) estava mais estável do que o petróleo antes do crash de hoje
Shutterstock

Conhecidas por suas grandes altas e baixas, as principais criptomoedas, como Bitcoin e Ethereum, pareciam ter tirado umas férias com relação à volatilidade, que nesta semana bateu o menor valor histórico – pelo menos antes das fortes quedas registradas registrada na tarde de quinta (17) e na madrugada desta sexta-feira (18).

O movimento lateral dos preços havia chegado a a um ponto em que até o petróleo estava mais volátil que esses ativos digitais.

Publicidade

De acordo com novos dados da Kaiko Research divulgados na quarta-feira (16), os índices de volatilidade trimestral para Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) haviam atingido mínimas plurianuais, caindo 35% e 37%, respectivamente.

Com isso, as duas principais criptomoedas estavam menos voláteis do que o petróleo, que aparecia no indicador com 41%.

A volatilidade do mercado é a frequência e a magnitude dos movimentos de preços, para cima ou para baixo. Ele é calculado com base em quanto um preço varia ao longo do tempo – com uma porcentagem mais elevada representando uma maior volatilidade e vice-versa.

As criptomoedas têm sido historicamente mais voláteis do que o petróleo, o que é visto na maior frequência e magnitude de seus movimentos de preços, o que, segundo a analista da Kaiko, Dessislava Ianeva, tornava o cenário do mercado “incomum”.

Dito isto, essa volatilidade diminuiu substancialmente de acordo com ela, já que “o Bitcoin como ativo continua a amadurecer.”

Embora o petróleo seja atualmente o líder em volatilidade entre os ativos medidos — que incluem a Nasdaq e o ouro — o índice caiu desde o ano passado.

Publicidade

Ianeva afirma que a volatilidade do petróleo caiu frente aos 63% de julho de 2022, embora tenha aumentado desde abril.

Um dos fatores dessa queda, ela disse ao Decrypt, parece ser um aumento da tensão geopolítica, bem como uma “reabertura decepcionante” da China.

O país havia imposto restrições rigorosas à Covid-19 até recentemente, mas o levantamento dessas restrições não teve o choque econômico de alta que muitos esperavam.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: MB e Rappi se unem para celebrar data histórica para Bitcoin com entrega de pizzas a clientes da exchange

MB e Rappi se unem para celebrar data histórica para Bitcoin com entrega de pizzas a clientes da exchange

A plataforma de ativos digitais também promove campanha para recompensar trades realizados até 4 de junho
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin têm entrada de US$ 303 mi, impulsionados por Fidelity e Grayscale

Os fluxos de entrada de ETFs de Bitcoin à vista nos EUA atingiram uma alta de US$ 303 milhões em duas semanas, já que o preço do Bitcoin ultrapassou US$ 66 mil
Sunny Pires surfando

Surfista brasileiro recebe patrocínio em criptomoedas de comunidade web3

Sunny Pires, de 18 anos, embarca neste mês em expedição à Nicarágua com apoio da comunidade web3 Nouns
Imagem da matéria: Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Pavel Durov detém 1% do maior token de jogo deste ano, doado pelos jogadores. E ele não está vendendo seus Notcoin – não agora, pelo menos