Congelamento
Shutterstock

O Bitcoin (BTC) atingiu o patamar de menor volatilidade de sua história. Os dados são do portal The Block, que aponta um índice de apenas 15,5% na flutuação de preços da principal criptomoeda no acumulado dos últimos 30 dias.

No ano passado, a média entre os acumulados de 30 dias ao longo de 2022 foi de 61,4%. Agora, em 2023, a média geral está em 43,8%. 

Publicidade

Conforme explicação do The Block, a “volatilidade é definida como o desvio padrão da mudança percentual diária dos últimos 30 dias no preço do BTC. Os números são anualizados multiplicando-os pela raiz quadrada de 365, já que o BTC é negociado durante todo o ano”.

O gráfico abaixo mostra a média da volatilidade no acumulado de 30 dias desde agosto do ano passado:

Tendência apontada por vários ângulos

Reportagem publicada pelo Portal do Bitcoin no dia 7 de agosto mostrou que essa tendência de baixa volatilidade é confirmada por vários agentes. Checkmate, o pseudônimo de um analista da Glassnode, apontou para o fato de que a volatilidade realizada para o Bitcoin também teve uma mínima histórica já naquele momento.

“Nos prazos de 1 mês a 1 ano, este é o período mais silencioso que vimos o Bitcoin desde março de 2020”, escreveu o analista. “Historicamente, essa baixa volatilidade alinha-se com os períodos de ressaca pós-baixa do mercado (fase de reacumulação).”

Nessa mesma matéria, foi informado que os holders de longo prazo de Bitcoin agora controlam cerca de 14.599 milhões de BTCs, um novo recorde, de acordo com dados da empresa de análise de blockchain Glassnode.

VOCÊ PODE GOSTAR
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”
ilustração do famoso sapo pepe

PEPE salta 19% e bate recorde após boato de listagem na Coinbase e hype da GameStop

As últimas 24 horas foram uma tempestade perfeita para Pepe: Roaring Kitty voltou causando um boom das memecoins, ao mesmo tempo que se espalhou rumores de listagem na Coinbase
Bandeira da Argentina com moeda de Bitoin do lado

Argentina se reúne com autoridades de El Salvador para discutir adoção de Bitcoin

Há cerca de três anos, El Salvador se tornou o primeiro país do mundo a incorporar o Bitcoin, junto com o dólar, como moeda oficial
Imagem da matéria: 8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

Expectativa agora é que Ethereum possa renovar sua máxima histórica de novembro de 2021 e passar com folga a marca dos US$ 5 mil