Imagem da matéria: Bitcoin (BTC) e principais criptomoedas sobem após FED descartar aumento de juros
Foto: Shutterstock

O ecossistema das criptomoedas está em alta nesta quarta-feira (12). O motivo parece ter sido a fala do presidente do Federal Reserve (FED) do Estados Unidos na terça (11) garantindo que o Banco Central não tem data planejada para aumentar juros.

Um dos fatores mais apontado como causador da queda que as criptomoedas sofrem desde o início de 2022 foi justamente a notícia da imprensa americana de que o FED tinha planos de aumentar os juros já em março.

Publicidade

O Bitcoin (BTC) opera em alta de 1,8% e é vendido a US$ 42.809, segundo dados do Coinmarketcap.

Segundo o Índice de Preço do Bitcoin (IPB), a moeda é cotada em R$ 241.239.

Segunda maior do mercado, o Ethereum (ETH) tem alta ainda mais forte, crescendo 4,24% e é vendido a US$ 3.256.

Altas de 2,2% para Binance Coin (BNB), 4,4% para Solana (SOL), 8,4% para Cardano (ADA), 3,8% para Terra (LUNA), 8,7% para Polkadot (DOT), 9,6% para Avalanche (AVAX), 7,2% para Dogecoin (DOGE) e 12,7% para Shiba Inu (SHIB).

Bitcoin e ações cada vez mais juntos

Importante notar como o mercado de criptomoedas está cada vez mais correlacionado com o de ações. A fala do presidente do FED animou as bolsas de valores e o otimismo contaminou Bitcoin, Ethereum e companhia.

A fala de Powell foi feita durante audiência do Senado do EUA para avaliar sua recondução ao cargo. O economista disse aos legisladores que a decisão de aumentar juros deve levar de 2 a 4 audiências do FED para ocorrer – o mercado esperava que isso acontecesse já na próxima, em março.

Publicidade

O Índice Dow Jones opera em alta de 0,5%, Nasdaq em 1,41% e o S&P de 0,92%. Até o surrado Ibovespa esá subindo, com uma valorização de 1,8%.

Reportagem do jornal Valor Econômico informa que um relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgado na terça-feira (11) mostra como essa correlação aumentou.

Já o portal Decrypt noticiou que na segunda-feira (10) essa correlação atingiu seu nível mais alto desde julho de 2020: 0,61 e 0,58, respectivamente, de acordo com um novo relatório da fornecedora de dados do mercado de criptoativos Kaiko.

O coeficiente de correlação do bitcoin com o índice S&P 500 saltou de 0,01 ponto entre 2017 e 2019 para 0,36% em 2020 e 2021.

Publicidade

A notícia não é boa para as criptomoedas. O Bitcoin era enxergado como uma alternativa para investimento, sem estar colado com os humores do mercado tradicional.

Conforme mais e mais investidores tradicionais e instituições gigantes entram no BTC, mais ele vai se tornando um ativo de risco como outros da bolsa de valores.

O caminho inverso também é verdade, segundo o FMI: “A volatilidade do bitcoin explica um sexto da volatilidade do S&P 500 durante a pandemia e por volta de um décimo da variação nos retornos do S&P 500”.

Acumulado de sete dias

A alta do Bitcoin fez com que a perda acumulada nos últimos sete dias finalmente caísse para um patamar menor que o de dois dígitos, sendo que está em 8,34% no momento da produção desta reportagem.

Chainlink em reajuste para baixo

Quando o mercado estava em queda, Chainlink estava no caminho oposto. O token chegou a valorizar um quarto (25%) em um período de sete dias.

Publicidade

Agora está novamente fazendo o curso inverso. Enquanto o mercado cresce, Chainlink (LINK) opera em queda de 2,6% e o acumulado de sete dias é de alta de apenas 1,6%.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Vasco oferece experiências especiais para detentores de fan token na apresentação de Philippe Coutinho

Vasco oferece experiências especiais para detentores de fan token na apresentação de Philippe Coutinho

Coutinho será apresentado em São Januário neste sábado em evento exclusivo
Moeda prateada de Ethereum (ETH) em frente a um gŕafico de preço com candles em queda

Fundos de investimento em Ethereum sofrem maior saída de capital em dois anos

Com as saídas dos ETPs de Ethereum, os fundos de criptomoedas chegaram à terceira semana consecutiva de fluxo negativo acumulando perdas de US$ 30 milhões
Imagem da matéria: Novo ETF lançado nos EUA permite apostar contra as ações da Coinbase

Novo ETF lançado nos EUA permite apostar contra as ações da Coinbase

O novo fundo sobe quando a Coinbase cai e também gera renda passiva para os investidores
Imagem da matéria: Juiz pede bloqueio de eventuais criptomoedas de ex-diretores da Americanas

Juiz pede bloqueio de eventuais criptomoedas de ex-diretores da Americanas

Sequestro de bens de ex-executivos da Americanas inclui ainda contas correntes e aplicações financeiras, veículos — aeronaves e embarcações — e imóveis