Imagem da matéria: Bitcoin bate US$ 23.500 com alta de 17% em um dia
Foto: Shutterstock

Após romper a marca dos US$ 20.000 pela primeira vez na história às 10h42 da quarta-feira (16), o bitcoin seguiu em forte alta durante o resto do dia e, menos de 24h depois, às 6h15 desta quinta-feira, encostou nos US$ 23.500.

No Brasil, o BTC bateu a máxima de R$ 112.789,86, segundo dados do IPB.

Publicidade

No ano, o bitcoin acumula valorização de 220%. Apenas nos últimos três meses a valorização foi superior a 100%.

De acordo com Gunnar Jaerv, COO da First Digital Trust, o rápido aumento de hoje no preço do Bitcoin é provavelmente o resultado de grandes investidores institucionais entrando no mercado de criptomoedas e comprando uma parte da limitada oferta de BTC em meio a um bull run.

“Investidores como o Guggenheim Partners, que recentemente declarou que pode estar investindo até US$ 530 milhões ou meio bilhão de dólares em um fundo de Bitcoin, é a evidência de que o Bitcoin não é mais a miragem que costumava ser – ele está realmente se tornando o oásis no deserto”, disse Jaerv ao Decrypt.

“Uma vez que o Bitcoin quebrou essa barreira psicológica de US$ 20 mil com impulso suficiente, o novo teto será definido simplesmente pela demanda, sem pensar em onde será o próximo nível de resistência – pelo menos por agora”, Jason Deane, analista da Quantum Economics, disse ao Decrypt.

2020 sem dúvidas foi mercado pelo aumento da demanda institucional pelo bitcoin. Nos últimos dias, dando sequencia a uma nova tendência de investimento institucional no bitcoin, a seguradora americana MassMutual investiu US$ 100 milhões em bitcoin. O CEO da MicroStrategy, que já havia comprado US$ 425 milhões na criptomoeda, também anunciou a emissão de títulos de dívida de US$ 650 milhões para adquirir mais BTC.

Movimento agora é de popularização até mesmo de serviços — em novembro a gigante PayPal passou a permitir que seus clientes negociassem bitcoin.

Publicidade

Puxado pelo bitcoin, o resto do mercado de criptomoedas também operam em forte alta. Ethereum ganha 9,7% e é negociada na máxima anual de US$ 645. XRP sobe 22,7% no dia, cotada a US$ 0,55 e Litecoin valoriza 20,17%, se aproximando dos US$ 100.

VOCÊ PODE GOSTAR
Equipamento de mineração com CPU em uma mesa de escritório com sinal luminoso do Bitcoin atrás

Dificuldade de mineração do Bitcoin bate recorde em último ajuste antes do halving

Recorde significa que mineradores estão correndo para garantir a recompensa de 6,25 BTC por bloco antes do halving
Ilustração de moeda gigante de Bitcoin observada por investidores e prestes a ser cortada ao meio

Quando será o próximo halving do Bitcoin?

O tão falado halving do Bitcoin acabou de acontecer, e o próximo já está no horizonte.
peter schiff falando ao microfone

O Bitcoin está em um mercado de baixa quando comparado ao ouro, afirma Peter Schiff

O analista financeiro e comentarista disse uma vez que o preço do BTC nunca chegaria a US$ 50 mil
moeda de bitcoin e logo da grayscale ao fundo

ETF de Bitcoin da Grayscale já perdeu 50% de suas reservas de BTC desde janeiro

No mesmo período, os ETFs de Bitcoin da BlackRock e Fidelity ganharam até 32% de participação de mercado