Imagem da matéria: Bitcoin Banco fica fora da CPI das Criptomoedas; Atlas Quantum e Zero10 serão investigadas
Foto: Shutterstock

O documento que requer uma CPI das criptomoedas, protocolado na Câmara na quarta-feira (16) pelo deputado federal Áureo Ribeiro, vai investigar as empresas Zero10, Trader Group, Atlas Quantum e seu CEO, Rodrigo Marques. O Grupo Bitcoin Banco (GBB) não entrou na lista.

Comissão Parlamentar de Inquérito vai investigar os indícios de operações fraudulentas na gestão de diversas empresas de serviços financeiros que prometem gerar patrimônio por meio de gestão de criptomoedas. Para isso, Ribeiro cita a Lei nº 1.521, de 1951, que prevê os crimes e as contravenções contra a economia popular.

Publicidade

Segundo o parlamentar, que também é autor do PL 2.303/2015, que trata sobre a regulamentação do mercado, é possível notar a proliferação recente e sem precedentes de golpes associados à gestão de criptoativos.

O período citado por ele, que trouxe — e tem trazido — prejuízos vultuosos a investidores, é entre os anos de 2016 e 2019. Ele cita inclusive o caso da criptomoeda falsa Kriptacoin.

Este período, diz o documento, foi quando houve aumento do interesse nas transações com criptomoedas, mas que também foi acompanhado de proliferação de fraudes. Isso devido a falta de regulamentação e à condição de anonimato que o novo mercado permite.

“Somente este ano, até 20 de setembro de 2019, a CVM decretou “Stop Order” a 11 empresas, por ofertarem, de forma irregular, valores mobiliários por meio contratos de investimento coletivo associados à negociação e/ou arbitragem de criptoativos, sendo que mais de 80% das suspensões de operação ocorreram entre agosto e setembro”, diz um trecho do documento.

Publicidade

Alvos da CPI das criptomoedas

Segundo o relatório que consta no documento RCP nº 8/2019, enviado pelo gabinete de Ribeiro ao Portal do Bitcoin, constam os seguintes nomes com as seguintes descrições:

Oferta Irregular de Contratos de Investimento Coletivo relacionados à negociação de criptoativos: Zero10 Club; Gabriel Tomaz Barbosa;

Oferta Irregular de Contratos de Investimento Coletivo relacionados à arbitragem de criptoativos: Atlas Serviços em Ativos Digitais LTDA; Atlas Proj Tecnologia EIRELI; Atlas Services — Serviços de Suporte Administrativo e de Consultoria em Gestão Empresarial LTDA; Atlas Project International Ltd.; Atlas Project LLC; Rodrigo Marques dos Santos;

Oferta Irregular de Contratos de Investimento Coletivo relacionados à negociação/arbitragem de criptoativos: Trader Group Administração de Ativos Virtuais EIRELI; TG Agenciamentos Virtuais LTDA; Wesley Binz Oliveira.

CPI vai focar nas promessas

A questão a ser investigada por esta CPI será: por que os lucros prometidos pelas empresas suspeitas são tão acima dos retornos prometidos pelo restante do mercado?, diz o documento. Também frisa: “Algumas dessas empresas prometem lucros de até 50% ao mês sobre o capital investido”. 

Publicidade

Outros pontos relacionados que serão debatidos são os seguintes:

  • Essas empresas realmente possuem os criptoativos que alegam ter?Possuem em quantidade suficiente para cobrir o passivo de investimentos realizado por seus clientes?
  • Realmente prestam os serviços de negociação financeira de investimentos coletivos que dizem oferecer aos clientes?
  • O lucro realmente é obtido via negociações de compra e venda de criptoativos e prestação de serviços com estratégia de arbitragem financeira ou ocorre por meio de captação de novos investidores e/ou lavagem de dinheiro?

Bitcoin Banco ficou de fora

O Grupo Bitcoin Banco (GBB) não entrou na lista de Aureo Ribeiro, mesmo tendo sido classificado pelo deputado Expedito Netto (PSD/RO) como “tudo de ruim que está acontecendo no mercado brasileiro”.

O comentário de Netto aconteceu durante audiência pública em 04 de setembro, onde acontecia um debate sobre regulação de criptomoedas.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido
Imagem da matéria: MB e Rappi se unem para celebrar data histórica para Bitcoin com entrega de pizzas a clientes da exchange

MB e Rappi se unem para celebrar data histórica para Bitcoin com entrega de pizzas a clientes da exchange

A plataforma de ativos digitais também promove campanha para recompensar trades realizados até 4 de junho
solana, criptomoedas,

Este evento vai fazer a Solana atingir US$ 400 este ano, projeta analista

Para analista da Merkle tree, a Solana pode disparar 170% este ano puxado por memecoins ligadas aos candidatos na eleição dos Estados Unidos
Imagem da matéria: '101 Perguntas sobre Bitcoin': Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

‘101 Perguntas sobre Bitcoin’: Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

A obra discorre os princípios técnicos da moeda até suas implicações socioeconômicas no contexto atual, de modo a proporcionar um entendimento profundo ao público geral