Imagem da matéria: Binance transferiu US$ 3,9 bilhões em USDT dias antes de acordo com governo dos EUA
Foto: Shutterstock

A confissão de culpa das acusações de lavagem de dinheiro pela exchange de criptomoedas Binance e seu fundador, Changpeng “CZ” Zhao, pode explicar por que a empresa movimentou bilhões de stablecoins dias antes à finalização do acordo com o Departamento de Justiça dos EUA (DoJ).

Uma transação de US$ 3,9 bilhões em Tether (USDT), concluída em 9 de novembro, está estranhamente próxima ao valor da multa de US$ 4,3 bilhões que a Binance concordou em pagar como parte do acordo para se livrar das investigações criminais nos EUA.

Publicidade

Leia também: Binance vai pagar multa de R$ 21 bilhões após assumir culpa por lavagem de dinheiro; empresa sairá de forma total dos EUA

A maior parte do dinheiro saiu de uma carteira fria da Binance (Binance-Cold 2) para outra de suas carteiras (Binance 3). Atualmente, a cold wallet possui fundos no valor de US$ 6,6 bilhões — US$ 4 bilhões em USDT e o restante em várias stablecoins, como Decentralized USD (USDD), USDC e TrueUSD (TUSD).

Enquanto isso, a carteira de destino agora detém US$ 3,2 bilhões em ativos, a maior parte deles na forma de USDT. A Binance descreveu anteriormente suas carteiras frias como responsáveis por manter a maior parte dos fundos da empresa.

Não está claro se a Binance pretende usar esses fundos para compensar a multa do governo dos EUA, ou se a empresa planeja resgatar o USDT por dólares americanos ou outra moeda fiduciária. A Binance ainda não respondeu o contato do Decrypt.

Publicidade

A maioria dos 88,3 bilhões de tokens USDT atualmente em circulação é emitida na blockchain Tron, na forma de tokens TRC-20. A Tether tem uma história duvidosa e é um participante controverso, porém crucial para o mercado de criptoativos.

O peso das stablecoins

As stablecoins respondem pela maior parte do volume de negociação de criptoativos e são usadas pelos traders para entrar e sair de negociações sem a necessidade de tocar em uma moeda fiduciária, como o dólar americano. E o USDT da Tether é facilmente a maior stablecoin do setor.

Leia também: O que são stablecoins e como usar essa classe de criptomoedas

Seus tokens em circulação, no valor de US$ 88 bilhões, representam 6% da capitalização do mercado global cripto. Seu concorrente mais próximo, USDC, tem uma capitalização de mercado de US$ 24 bilhões. Mas a Tether tem sido analisado pelos órgãos reguladores dos EUA há anos.

Em 2021, a empresa pagou US$ 18 milhões para resolver uma investigação para saber se ela realmente possuía US$ 1 em reserva para respaldar cada 1 USDT emitido.

Publicidade

Mesmo antes da investigação, os detratores alegaram que não havia como a Tether ter dinheiro suficiente para apoiar os bilhões em novos tokens que ela cunhou em um piscar de olhos. A Tether tem negado consistentemente tais alegações, considerando-as infundadas e temerárias, embora a empresa ainda não tenha apresentado uma auditoria completa e independente.

Mais recentemente, a Tether disse que estava cooperando com as autoridades para congelar US$ 225 milhões supostamente ligados ao tráfico humano.

A transferência do USDT ocorreu pouco antes de a Binance e seu CEO, Changpeng Zhao, concordarem em pagar US$ 1,8 bilhão em multas criminais relacionadas a acusações federais. Um adicional de US$ 2,5 bilhões também será confiscado, sendo que US$ 1,6 bilhão será destinado a resoluções com a CFTC, FinCEN e OFAC.

Como parte do acordo, Zhao se declarou culpado das acusações e renunciou ao cargo de CEO. O acordo encerra investigações de anos que estavam em andamento pelas autoridades dos EUA relacionadas à conformidade regulatória e aos controles de combate à lavagem de dinheiro da Binance.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

You May Also Like
polícia civil do ceará apreende carros de luxo

Polícia apreende R$ 14 milhões em bens de grupo suspeito de golpe com criptomoedas; influencer é um dos alvos

Durante a operação “Restauração” na sexta-feira, agentes da Polícia Civil do Ceará sequestraram carros de luxo, imóveis, criptomoedas e outros bens
bitcoin, fogo, traders, shorts

Alta do Bitcoin faz traders que apostavam na queda perder R$ 1,3 bilhão em liquidações

Os contratos em aberto do Bitcoin já ultrapassaram US$ 25 bilhões, de acordo com dados do Coinglass
Imagem da matéria: Ministra argentina divulga vídeo de prisão do criador da Braiscompany; assista

Ministra argentina divulga vídeo de prisão do criador da Braiscompany; assista

Ministra da Segurança da Argentina, Patrica Bullrich, compartilhou no X o vídeo da prisão de Antonio Neto Ais
celular com logo da binance e bandeira dos EUA ao fundo

Binance deve pagar R$ 21 bilhões em multas; CZ aguarda sentença

Os promotores americanos classificaram a execução de sexta-feira (23) como a maior penalidade imposta a uma empresa de serviços financeiros na história do DoJ