Imagem da matéria: Binance retira criptomoedas de privacidade para obedecer à regulação na França
Filial francesa da Binance comunicou seus usuários por e-mail, nesta quarta-feira (31), sobre a restrição de negociação de moedas (Foto: Shutterstock)

A filial francesa da Binance comunicou seus usuários por e-mail, nesta quarta-feira (31), sobre a restrição de negociação de moedas de privacidade, devido às leis locais. A partir do dia 26 de junho, não será mais possível negociar as seguintes criptomoedas com privacidade nativa: DCR, DASH, ZEC, ZEN, PIVX, NAV, SCRT, XVG, FIRO, BEAM, XMR, MOB.

O e-mail foi compartilhado, em francês, pela página Le Crypto Daily (@LeCryptoDaily), com os seguintes dizerem:

Publicidade

Estamos enviando este e-mail para notificá-lo formalmente de que, devido aos requisitos regulatórios locais, a Binance não pode mais oferecer Criptoativos de Anonimato Aprimorado (CAE, na sigla em inglês) — comumente chamados de privacy coins — na França.

A partir de 26 de junho de 2023, os usuários residentes na França não poderão mais comprar ou vender os seguintes CAEs em nossa plataforma: DCR, DASH, ZEC, ZEN, PIVX, NAV, SCRT, XVG, FIRO, BEAM, XMR, MOB.

Na lista, é possível encontrar criptomoedas populares e aceitas por diversos negócios e serviços ao redor do mundo, como Monero (XMR), Dash (DASH), ZCash (ZEC) e Decred (DCR).

Este também é o terceiro “strike” ao nível mundial contra o projeto Dash em um curto espaço de tempo. Em abril, a moeda foi citada em um processo da SEC dos Estados Unidos contra a corretora Bittrex, sendo classificada como valor mobiliário ilegal.

Em maio, a rede da Dash sofreu um apagão que durou cerca de 18 horas, devido a um bug em sua mais recente atualização de software. O problema já foi corrigido e a rede já funciona normalmente.

Estas moedas de privacidade nativa são populares entre os usuários por oferecerem uma camada extra de proteção contra tentativas de rastreio ou identificação de seus proprietários; com os saldos e movimentações correspondentes.

O usuário do Reddit sob o pseudônimo u/ChemicalGreek comentou que: “É realmente um retrocesso regular as criptomoedas de privacidade. Isso significa que os governos locais estão tentando regular as coisas por malfeitores. Enquanto isso, os malfeitores também estão usando mais dinheiro FIAT do que criptomoedas de privacidade.”

Publicidade

Em setembro de 2022, a corretora Huobi já havia realizado uma ação semelhante contra esta classe de criptoativos, encerrando a negociação na plataforma de Dash (DASH), Decred (DCR), Firo (FIRO), Monero (XMR), Verge (XVG), Zcash (ZEC) e Horizen (ZEN).

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Berachain: a mais recente rival de Ethereum e Solana que arrecadou muito dinheiro

Berachain: a mais recente rival de Ethereum e Solana que arrecadou muito dinheiro

Fundada por desenvolvedores com nomes com temas de urso, Berachain é construída no Cosmos SDK e pretende ser a próxima grande cadeia de camada 1
Mão sugere bater mertelo da justiça- em um fundo escuro o logo Google

Google processa criadores de apps de criptomoedas que enganaram mais de 100 mil usuários

Segundo o Google, os réus contaram várias mentiras para conseguir disponibilizar os aplicativos enganosos no Google Play
Criptomoedas formam círculo com bitcoin no centro

Alta do Bitcoin torna criptomoedas o investimento mais buscado no Brasil em março

As criptomoedas superaram os CDBs e fundos de ações e multimercado no ranking do buscador de investimentos Yubb
moeda de bitcoin e ethereum com gráfico ao fundo

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) supera US$ 72 mil com halving cada vez mais próximo; ETH dispara 6%

É a primeira vez que o Bitcoin bate a marca de US$ 72 mil desde meados de março