Tela com logo da Huobi
Shutterstock

A corretora de criptomoedas Huobi revelou nesta segunda-feira o encerramento das negociações de sete criptomoedas ligadas à privacidade dos holders. Os tokens são Dash (DSH), Decred (DCR), Firo (FIRO), Monero (XMR), Verge (XVG), Zcash (ZEC) e Horizen (ZEN). Segundo a companhia, não é mais possível negociar estes ativos desde o dia 6 de setembro.

Os depósitos para cada token também irão cessar a partir de 12 de setembro, mas os saques continuarão a funcionar. A deslistagem de todos esses tokens está prevista para 19 de setembro.

Publicidade

Como a Huobi afirmou, a decisão é um esforço para cumprir “as últimas regulamentações financeiras”, bem como suas próprias regras globais de gerenciamento de tokens. A exchange não respondeu ao pedido de esclarecimento do Decrypt.

“A Huobi Global cumpre rigorosamente as políticas de conformidade de todos os países e regiões e sempre se esforça para proteger os ativos de nossos usuários”, disse a empresa.

A Huobi pediu aos usuários que cancelassem todos os pedidos em aberto que tivessem para cada moeda. Caso contrário, esses pedidos serão cancelados automaticamente no momento da exclusão e os ativos relevantes serão creditados nas contas dos usuários.

Privacidade sob ataque

O anúncio marca outro obstáculo criado por reguladores entre consumidores e ferramentas de privacidade baseadas em criptomoedas. Moedas como Monero não possuem registros públicos totalmente transparentes, tornando as transações difíceis ou impossíveis de rastrear por terceiros.

Publicidade

Embora valorizada entre os usuários, essa privacidade aprimorada também tornou os reguladores especialmente desconfiados de tais moedas por seu potencial de facilitar o crime financeiro.

Por consequência, isso também deixou as corretoras com medo de tocar nos ativos, o que pode sufocar sua adoção entre o público em geral. Por exemplo, empresas como Bittrex, Binance.US e Coinbase não oferecem negociação para Monero, apesar de ser uma das 30 principais criptomoedas por valor de mercado.

Pressão dos regulamentos

A repressão regulatória contra a privacidade em criptomoedas está apenas esquentando.

Os EUA recentemente atacaram o serviço de mixagem de criptomoedas Tornado Cash com sanções. Um de seus desenvolvedores foi preso logo depois.

Por outro lado, a negociação de grandes criptomoedas como Bitcoin e Ethereum conseguiu evitar tais ataques devido à sua privacidade abaixo do ideal para criminosos.

Publicidade

Empresas de inteligência em blockchain como a Chainalysis conseguiram usar seus registros públicos transparentes para rastrear e recuperar milhões de dólares em fundos roubados.

*Traduzido com autorização do Decrypt.co.

Procurando uma corretora segura que não congele seus saques? No Mercado Bitcoin, você tem segurança e controle sobre seus ativos. Faça como nossos 3,8 milhões de clientes e abra já sua conta!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: FTX pode liquidar dívida fiscal de US$ 24 bilhões por US$ 200 milhões

FTX pode liquidar dívida fiscal de US$ 24 bilhões por US$ 200 milhões

Se aprovada pelo juiz, a FTX pagaria à Receita dos EUA US$ 200 milhões agora e US$ 685 milhões posteriormente
martelo de juiz com logo da binance no fundo

Nigéria retira acusações contra executivos da Binance, mas mantém exchange na mira

Dois executivos da Binance foram afastados das acusações de evasão fiscal por uma agência nigeriana, mas ainda enfrentam um caso de lavagem de dinheiro
Imagem da matéria: Agentes federais acusam britânicos de fraude de US$ 3 milhões com NFTs Ethereum "Evolved Apes"

Agentes federais acusam britânicos de fraude de US$ 3 milhões com NFTs Ethereum “Evolved Apes”

Um trio do Reino Unido anunciou o lançamento de um jogo de battle royale, mas, em vez disso, embolsou as criptomoedas e fugiu
Propaganda do jornal Epoch Times

CFO de jornal é acusado de lavagem de dinheiro com criptomoedas no valor de US$ 67 milhões

Executivo é acusado de usar a equipe “Make Money Online” do veículo de notícias para lavar o produto da fraude usando criptomoedas