Estátua de Maradona
Shutterstock

Em um comunicado emitido na quinta-feira (4), o Banco Central da República Argentina (BCRA) passou a proibir os chamados “Prestadores de Serviços de Pagamentos com Contas de Pagamentos” (PSPCP) de facilitarem ou realizarem, em nome de seus clientes, operações de compra e venda com criptomoedas.

A determinação abrange qualquer ativo digital, regulado ou não pelo BCRA e afeta as Fintechs — como seria o caso de Mercado Pago, Nubank e 99pay, no Brasil — que oferecem o serviço de compra e venda para seus clientes, dentro de suas plataformas ou aplicativos.

Publicidade

A autoridade monetária do país vizinho explica que “facilitar ou realizar”, se entende como disponibilizar botões de compra automáticos para os usuários.

“Os interessados devem realizar a operação por conta própria”.

Nos últimos anos, a Argentina vem passando por graves problemas econômicos, tendo visto sua moeda perder mais de 86% de seu valor frente ao real brasileiro em cinco anos.

No mês passado (11 de abril), a Comissão Nacional de Valores (CNV) aprovou a regulamentação para que uma empresa local lance no mercado contratos de futuros com base em um índice atrelado ao Bitcoin (BTC).

VOCÊ PODE GOSTAR
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas
Fazenda de Mineração de criptomoedas Salto del Guairá Paraguai -ANDE

Paraguai usa inteligência artificial para encontrar fazenda ilegal de mineração de Bitcoin

Autoridades apreenderam 176 ASICs em Saltos de Guairá com ajuda de sistema que mede a tensão de redes elétricas
bitcoin brilhando na mão

Semler Scientific investe US$ 40 milhões em Bitcoin e ações disparam 25%

As ações da Semler Scientific subiram 25% após a entidade anunciar a adoção do Bitcoin como principal ativo de reserva do tesouro
Cristiano Ronaldo veste camisa da Binance

Cristiano Ronaldo lança nova coleção de NFTs enquanto é alvo de processo de US$ 1 bilhão com a Binance

O anúncio do jogador chega 27 dias depois de os EUA condenarem o criador da Binance, Changpeng “CZ” Zhao, a 4 meses de prisão