Imagem da matéria: Depois do Brasil, Mercado Pago passa a oferecer Bitcoin e Ethereum no ​​Chile
Foto: Shutterstock

O Mercado Pago, aplicativo de pagamentos do Mercado Livre, acaba de expandir os serviços de criptomoedas da sua plataforma para os clientes do Chile.

A nova funcionalidade foi anunciada no país na segunda-feira (27) e nesse primeiro momento, vai permitir a compra, venda e custódia das duas principais criptomoedas do mercado, Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH), segundo o site local Chócale.

Publicidade

Os chilenos poderão comprar as criptomoedas disponíveis no Mercado Pago a partir de 50 pesos chilenos, com o saldo que possuem em suas contas dentro do aplicativo.  

Junto com o lançamento do novo serviço, o Mercado Pago também vai publicar no seu aplicativo conteúdo educacional sobre o ecossistema cripto para guiar os ainda leigos nesse mercado.

O serviço foi desenvolvido em colaboração com a Ripio, plataforma de compra e venda de criptomoedas, dona da exchange BitcoinTrade.

“Estamos muito felizes e entusiasmados com essa integração”, disse Sebastián Serrano, o CEO da Ripio, em nota ao site Chócale.“É um passo importante para continuar promovendo a liberdade financeira e o desenvolvimento de uma economia digital em toda a América Latina.”

Publicidade

Cripto no Mercado Pago

Com a novidade, o Chile se torna o terceiro país na América Latina em que o Mercado Pago libera a compra de criptomoedas. O serviço chegou primeiro no Brasil em dezembro de 2021, onde foi usado por 2 milhões de usuários, segundo o Mercado Pago. Em seguida o serviço se expandiu para o México, alcançando 150 mil clientes por lá.

Em agosto de 2022, a empresa anunciou uma nova fase da sua jornada no meio cripto com a criação da sua própria criptomoeda, a Mercado Coin. Ao revelar a novidade na época, a empresa disse que além da compra direta do ativo, os clientes do app também ganhariam a Mercado Coin como cashback pelas compras feitas no Mercado Livre.  

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Correlação entre Bitcoin e Ether está prestes a passar por "cruz da morte"; entenda os efeitos

Correlação entre Bitcoin e Ether está prestes a passar por “cruz da morte”; entenda os efeitos

A “cruz da morte” poderá frear os avanços do Ethereum e demais altcoins
Vitalik-Buterin-Ethereum

Vitalik Buterin se torna defensor do “comunismo degenerado”; entenda

Para o criador do Ethereum, o “comunismo degen” abraça abertamente o caos, mas ajusta regras e incentivos para fazer com que as consequências do caos estejam alinhadas com o bem comum
Imagem da matéria: Transfero se une à Fuse Capital e lança joint venture para modernizar mercado financeiro com blockchain

Transfero se une à Fuse Capital e lança joint venture para modernizar mercado financeiro com blockchain

BRX Finance busca aproveitar as potencialidades da blockchain para criar uma infraestrutura financeira mais eficiente, acessível e transparente para todos os brasileiros
Miniaturas de homens em cima de moeda de Bitcoin gigante fazendo medição pela metade

Contagem regressiva para o halving: MB destaca a importância do evento para o mercado cripto

O Mercado Bitcoin também evidencia como surgiu o halving e quais os mecanismos utilizados para reduzir, pela metade, as emissões da moeda digital mais relevante do mercado