Imagem da matéria: Banco do Japão Revela Não Haver Planos Para Criptomoeda Nacional
Unidade do Banco do Japão (Foto: Junpei Abe)

Masayoshi Amamiya, vice-governador do Banco do Japão, revelou recentemente que a instituição financeira não pretende, pelo menos por agora, lançar uma criptomoeda nacional. Isto devido a preocupações no que toca à estabilidade financeira do país, caso o fizesse.

Amamiya, em declarações finais numa conferência sobre tecnologia financeira que contou com a presença do Fundo Monetário Internacional (FMI) e com a Agência de Serviços Financeiros (FSA) do Japão, revelou que uma criptomoeda lançada pelo Banco do Japão poderia afetar negativamente o atual sistema de “dois níveis.”

Publicidade

Durante a conferência o executivo revelou que acredita que criptomoedas emitidas por bancos centrais estão agora “estimulando a discussão global sobre até que ponto os bancos centrais devem fornecer suas infraestruturas de pagamento e liquidação para a sociedade.”

Os dois níveis do atual sistema financeiro têm os bancos centrais a darem acesso limitado a bancos comerciais, que por sua vez interagem com o público. Este processo é para o governador do banco central algo que reflete a sabedoria dos seres humanos, que alcançaram um sistema que permite a eficiência e estabilidade do sistema monetário.

De acordo com o seu ponto de vista:

“A emissão de moedas digitais do banco central para uso geral pode ser análoga ao permitir que famílias e empresas tenham diretamente contas no banco central. Isso pode ter um grande impacto no sistema monetário de duas camadas mencionado anteriormente e na intermediação financeira dos bancos privados.”

Amamiya adiantou ainda que uma criptomoeda emitida pelo Banco do Japão iria afetar o modo como este coleta informações sobre transações de modo a manter a estabilidade do sistema financeiro nacional.

Criptomoeda não descartada

O Japão, como noticiado pelo Portal do Bitcoin, é um país no qual 14% dos jovens empresários possuem criptomoedas. O Banco do Japão tinha no passado notado que é importante tentar usar a teconologia, numa página de perguntas frequentes criadas por um alto funcionário da instituição financeira.

Publicidade

Quanto ao vice-governador, este afirmou ainda que apesar de o Japão não ter planos de lançar uma criptomoeda emitida pelo estado, a aplicação de tecnologias emergentes é sempre uma possibilidade a ser considerada, o que implica que a hipótese não foi descartada por completo.

Leia também: Polícia Cumpre Mandados de Busca e Apreensão na Minerworld, Bitofertas e BitPago

 

BitcoinTrade

BitcoinTrade é a plataforma mais segura do Brasil para comprar e vender Bitcoin e Ethereum, junte-se agora a mais de 135 mil clientes satisfeitos. Gerencie também suas moedas digitais utilizando nosso aplicativo para dispositivos com iOS ou Android. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda de Bitcoi sob mapa da América comd estaque para Venezuela

Venezuela quer desativar todas as fazendas de mineração de criptomoedas do país

O governador do estado de Carabobo afirmou que o governo está prestes a publicar um decreto que irá proibir a mineração de criptomoedas
Imagem da matéria: Reguladores afirmam que Coinbase não pode obrigá-los a criar regras “do zero” para setor de criptomoedas

Reguladores afirmam que Coinbase não pode obrigá-los a criar regras “do zero” para setor de criptomoedas

Em um processo judicial, a SEC argumentou que a Coinbase não pode exigir que o regulador escreva novas regras para o setor cripto
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Ethereum surpreende e cai 3,6% após aprovação dos ETFs

Manhã Cripto: Ethereum surpreende e cai 3,6% após aprovação dos ETFs

Embora esteja em queda nesta sexta, o Ethereum ainda registra ganhos de mais de 21% na semana
criptomoedas, criptoativos, regulação, Brasil, projeto de lei

Banco Central anuncia próximos passos da regulamentação do mercado cripto no Brasil

Sem definir datas, BC diz que irá fazer mais uma consulta pública no segundo semestre e um planejamento interno sobre stablecoins