Imagem da matéria: Banco de Brasília (BRB) sofre ataque ransomware com pedido de resgate em bitcoin
Foto: Shutterstock

O banco de dados do Banco de Brasília (BRB), entidade controlada majoritariamente pelo Governo do Distrito Federal, está sob ataque cibernético nos últimos dias, informou a instituição na noite de ontem no Twitter. Contudo, a publicação não esclarece se os dados dos clientes estão seguros ou qual o tipo de invasão.

O ataque mais comum a redes de computadores de grandes instituições nos últimos anos vem sendo aplicado através de ataque ransomware, onde hackers sequestram e criptografam o sistema, e em seguida pedem transferências em bitcoin para liberar a rede.

Publicidade

De acordo com publicação de clientes da instituição em redes sociais, o aplicativo do banco não abre há pelo menos 24 horas. No Facebook e Instagram o BRB que diz:

“O BRB informa aos seus clientes que está com intermitência nos sistemas. As equipes de tecnologia estão trabalhando para que o funcionamento seja normalizado o mais rápido possível.

Ataque ransomware com resgate em bitcoin

Segundo informações do site Tecmundo, uma fonte anônima confirmou que houve uma ação hacker no Banco de Brasília onde os invasores estão pedindo 50 bitcoins para não vazar dados de clientes.

“O grupo por trás do ataque é formado por brasileiros e utiliza o ransomware do grupo LockBit”, diz a publicação, citando uma fonte anônima.

Publicidade

Procurado para comentar o assunto, pormeio da assessoria, o BRB enviou a seguinte nota:

“O BRB informa que identificou a ocorrência de um incidente de segurança tecnológica. Não houve comprometimento de dados de contas correntes ou impacto financeiro direto a clientes. As informações de acesso, senhas e contas correntes estão protegidas e não foram objeto de acesso indevido. Todas as medidas necessárias para a solução do incidente foram adotadas pelo BRB e pelas autoridades competentes. O Banco notificou ainda a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), o Banco Central do Brasil (BCB) e Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD). Por fim, o BRB reforça seu compromisso com a transparência e segurança de seus clientes”.

** A matéria foi atualizada com a nota do BRB enviada pela assessoria na tarde de sexta-feira (07).

Quer investir em ativos digitais, mas não sabe por onde começar? O Mercado Bitcoin oferece a melhor e mais segura experiência de negociação para quem está dando os primeiros passos na economia digital. Conheça o MB!

VOCÊ PODE GOSTAR
HANDS, memecoin, mãos, rug pull,

Criador de memecoin disse que não tinha mãos, então não conseguiria “puxar o tapete” — ele mentiu

“NoHandsNoRug”, o criador da memecoin HANDS, disse que não aplicaria um rug pull. Adivinha o que aconteceu em seguida?
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”
lupa mostra o logo da coinbase em uma tela de computador

Coinbase e CEO são alvos de nova ação coletiva nos EUA

Os denunciantes dizem que o modelo de negócios da Coinbase foi construído sob “mentiras” e “sonhos”
Imagem da matéria: FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

Segundo os balanços, a FTX deve cerca de US$ 11 bilhões, e conseguiu levantar entre US$ 14,5 e US$ 16,3 bilhões até agora