Ilustração de baleia mergulhando - à frente uma moeda de bitcoin, ao fundo o Sol
Shutterstock

Uma baleia de Bitcoin acordou depois de mais de dez anos de inatividade e transferiu nesta quinta-feira (8) 1.432 BTC para um novo endereço de carteira. Na cotação atual da maior criptomoeda do mercado, a transação equivale a R$ 187 milhões (ou cerca de US$ 38 milhões).

Conforme mostra dados on-chain, o endereço recebeu os bitcoins em 9 de abril de 2013, quando o preço de 1 BTC era de apenas US$ 195, observou o analista Lookonchain, que identificou a movimentação e a postou no Twitter.

Publicidade

Mas há baleias mais antigas e também outros movimentos semelhantes. Em abril, por exemplo, outro grande detentor de Bitcoin — por isso são chamados baleias — e mais antigo ainda movimentou R$ 160 milhões em BTCs que havia recebido em 2012, época em que a moeda valia só US$ 11. A carteira em questão fez duas transações, uma de 460 BTC e outra de 1.130 BTCs

O endereço recebeu sua primeira transação de 1 BTC em 7 de outubro de 2012, quando a quantia era equivalente a apenas US$ 11,84. Desde então, este endereço passou a acumular Bitcoin até 8 de abril de 2013, somando um total de cerca de 1,13 mil BTC. Depois disso, permaneceu dormente por toda uma década, até voltar a ser movimentado nesta semana.

No dia 21 de abril deste ano, o endereço fez um gasto de 278,89 BTC. Poucas horas depois, voltou a mover mais 184,23 BTC, deixando na carteira original ainda um balanço de 665,64 BTC até o momento.

No mês passado, uma baleia de Ethereum (ETH) que estava inativa desde o lançamento da criptomoeda, em 2015, fez sua primeira movimentação, transferindo 8.000 ETH para um novo endereço. O montante vale atualmente US$ 14 milhões (cerca de R$ 73 milhões).

VOCÊ PODE GOSTAR
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas
Imagem da matéria: Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Ao todo, vítima gastou quase R$ 5 milhões nos pagamentos: além do envio de Bitcoin, foram 40 depósitos bancários
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram
Imagem da matéria: Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

“Parte técnica você descreve como funciona e acabou. Nas vacas sagradas leva um bom tanto de desconstrução de conceitos”, diz Breno Brito