Imagem da matéria: Autoridade financeira do Japão apoia Ripple e diz que XRP é criptomoeda
Foto: Shutterstock

A Agência de Serviços Financeiros (FSA), órgão que fiscaliza o setor no Japão, confirmou ao The Block na terça-feira (12) que a entidade considera a XRP uma criptomoeda e não um valor mobiliário. O comentário vai de encontro com as alegações da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) em recente processo contra a Ripple.

Como já se sabe, o processo movido pela SEC trata sobre a venda pela Ripple, desde 2013, de valores mobiliários sem registro, o que teria violado as leis de proteção aos consumidores dos EUA. De acordo com o supervisor de mercado, a empresa levantou cerca de US$ 1,4 bilhão em vendas de XRP.

Publicidade

“A FSA considera o XRP como uma criptomoeda com base nas definições da Lei de Serviços de Pagamento”, disse a entidade por email, afirmando ao jornal que “se abstém de fazer comentários sobre a resposta de outras autoridades”.

No Japão, um ativo digital é uma criptomoeda ou “moeda virtual” quando é usada como método de pagamento para uma pessoa não especificada sem ser na forma de moeda fiduciária, descreveu o The Block, destacando um trecho da lei.

Com a afirmação, a FSA vai ao encontro das afirmações da parceira da Ripple, SBI Holdings, instituição financeira que administra o conglomerado SBI Group do Japão. No fim de dezembro passado, a entidade defendeu que o token XRP não é um valor mobiliário.

Reino Unido ‘defende’ Ripple

Para trazer mais luz à questão, o The Block também citou os comentários da HM Treasury, que é o Departamento do Tesouro do Reino Unido. De acordo com uma publicação recente, o órgão também não considera o XRP valor mobiliário, mas sim um token de troca amplamente conhecido como criptoativos como o bitcoin.

Publicidade

O site concluiu que os comentários da FSA podem não significar muito a esta altura onde a Ripple já enfrenta ação na SEC, mas reflete como os governos em todo o mundo têm pontos de vista divergentes sobre a regulamentação de ativos digitais como o XRP.

Desde que a SEC abriu processo contra Ripple e seus diretores, Brad Garlinghouse e Chris Larsen, várias empresas de criptomoedas em todo o mundo começaram a retirar o XRP do portfólio.

Sem ter para onde correr por enquanto, a Ripple apenas amargou uma queda brusca na criptomoeda que há poucos meses caminhava para a casa de US$ 1 e hoje está cotada a menos de US$ 0,30.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: 8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

Expectativa agora é que Ethereum possa renovar sua máxima histórica de novembro de 2021 e passar com folga a marca dos US$ 5 mil
hackers em frente a computadores

Exchange de criptomoedas Rain perde US$ 14,8 milhões em ataque hacker

A exchange disse que já tomou as medidas necessárias e que todas as sua atividades estão funcionando normalmente, inclusive saques
Imagem da matéria: Epik Duck: Conheça o projeto que foi de piada a memecoin de US$ 25 milhões

Epik Duck: Conheça o projeto que foi de piada a memecoin de US$ 25 milhões

Memecoins como a EPIK estão se tornando cada vez mais populares no universo das criptomoedas. Isso é bom ou ruim?
Imagem da matéria: As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

Enquanto outras empresas gastam milhões em candidatos pró-cripto, Joe Lubin diz ao Decrypt que a Consensys resistiu ao impulso