Imagem da matéria: Arbitrum vai lançar token próprio ARB; veja como participar do airdrop
Foto: Shutterstock

A Arbitrum está finalmente se descentralizando para as mãos da comunidade.

A popular solução de escalabilidade do Ethereum anunciou nesta quinta-feira (16) o lançamento de seu token nativo ARB, se unindo a outros projetos de segunda camada que já possuem seus próprios tokens, como a Optimism.

Publicidade

O token de governança permitirá que os detentores votem e proponham qualquer alteração que queiram executar na rede Arbitrum. O projeto é uma solução otimista de rollup, que move a atividade para fora da rede principal do Ethereum para reduzir os custos de gas. 

De acordo com os dados do L2 Beat, a Arbitrum é a maior solução de segunda camada do mercado, representando mais de 55% da atividade desse segmento em termos de quanto dinheiro movimenta.

Embora a Offchain Labs, equipe de desenvolvimento por trás da Arbitrum, tenha anunciado hoje o airdrop do token, a distribuição não começará por mais uma semana.

Enquanto isso, os usuários terão a capacidade de nomear delegados para ajudar a orientar a direção do projeto. Semelhante à democracia representativa, detentores de token que podem ter interesse em um projeto cripto, mas talvez não o tempo ou a perspicácia técnica para melhorar verdadeiramente um protocolo, podem dar seu poder de voto a outro indivíduo.

Quem vai receber o airdrop?

Os usuários que adotaram o Arbitrum no começo do projeto, determinados por um critério de elegibilidade interno, serão elegíveis para receber o novo token ARB, disse o cofundador e CEO da Offchain Labs, Steven Goldfeder.

Publicidade

O usuário que deseja checar se é elegível a receber o airdrop de token ARB precisa apenas conectar sua carteira no site oficial da Arbitrum (arbitrum.foundation) clicando aqui.

Alguns dos critérios levados em consideração para a elegibilidade incluem já ter usado a bridge da Arbitrum e o número de transações na segunda camada ao longo do tempo, bem como a frequência das transações e seus valores.

“Trabalhamos em estreita colaboração com Nansen e meticulosamente, por muitos, muitos meses para decidir os critérios para o usuário receber o airdrop”, disse Goldfeder.

Os endereços individuais de usuários desfrutarão de 11,5% de todo o fornecimento de token, com outros 1,1% indo para outros projetos construídos na Arbitrum.

Publicidade

“Não estamos apenas dando aos usuários da Arbitrum uma opinião sobre a governança, como também estamos dando voz a DAOs e projetos construídos na Arbitrum”, acrescentou Goldfeder.

O valor total bloqueado (TVL), ou a quantidade de dinheiro que circula em um projeto específico, é apenas uma das métricas que a equipe usou, mas Goldfeder insistiu que a elegibilidade foi muito ampla para incluir o maior número possível de projetos.

“Tentamos não exagerar em uma métrica”, disse ele. “Para projetos de jogos ou projetos sociais, o TVL não é a métrica que eles usam.”

Uma nova fase da Arbitrum 

Antes de hoje, a Offchain Labs era a única entidade encarregada de fazer alterações ou ajustes na tecnologia de escalabilidade da Arbitrum.

Agora, porém, ao lado do lançamento do token, Goldfeder e sua equipe estarão dando esses controles à comunidade.

“Haverá uma DAO e a comunidade que decidirá o futuro da rede e o futuro da tecnologia”, disse Goldfeder. “Ainda haverá a Offchain e outros que desenvolverão a tecnologia, mas, em última análise, será a direção da DAO.”

Publicidade

É importante ressaltar que isso não representa uma migração para o código totalmente aberto. Em vez disso, disse Goldfeder, é um meio termo, dando à comunidade o regime de licenciamento para conceder a outras equipes de desenvolvedores.

“A comunidade terá a capacidade de decidir o futuro da tecnologia e como ela deseja licenciá-la”, disse ele ao Decrypt. “Uma coisa que está clara é que no ecossistema da Arbitrum, o melhor interesse da comunidade e de todos, é ser aberto e livre para uso e modificação. Eu acho que isso estimulará muita inovação.”

  * Traduzido e editado com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Polícia apreende R$ 100 mil em mineradoras de criptomoedas dentro de carro no Paraná

Polícia apreende R$ 100 mil em mineradoras de criptomoedas dentro de carro no Paraná

As mineradoras de criptomoedas estavam em um carro modelo Onix que foi abordado pelos policiais durante a Operação Protetor
Imagem da matéria: Bitcoin pode cair até US$ 50 mil em breve, alerta analista brasileiro

Bitcoin pode cair até US$ 50 mil em breve, alerta analista brasileiro

Analista da Foxbit avalia gráficos do Bitcoin e aponta que preços devem continuar pressionados ao longo da semana
Celular mostra logotipo da memecoin BONK

Memecoins da Solana Bonk e Billy disparam em meio à queda do mercado

Movimentos significativos foram feitos no mercado, transformando a BONK na maior memecoin de Solana e o Gigachad o maior vencedor semanal
Vitalik Buterin

Criador do Ethereum pede que eleitores não apoiem políticos só porque eles se dizem pró-cripto

Em meio à crescente adesão de Trump às criptomoedas, a publicação de Vitalik Buterin provocou reações mistas na comunidade cripto