Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF
Shutterstock

O gestora de ativos digitais Grayscale continua a afirmar que é apenas uma questão de tempo antes que um ETF de Bitcoin à vista seja finalmente aprovado nos Estados Unidos.

Isso inclui a possibilidade de que a gestora obtenha a aprovação da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) para converter seu fundo Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) — atualmente um fundo aberto disponível no mercado OTCQX — em um ETF de Bitcoin à vista. Se convertido em um ETF, a empresa pretende listar o fundo na bolsa NYSE Arca.

Publicidade

Nesse sentido, a empresa solicitou a Craig Salm, seu diretor jurídico, e Edward McGee, seu diretor financeiro, para abordar algumas perguntas comuns sobre a possível conversão.

“Acreditamos que a aprovação regulatória de um ETF de Bitcoin à vista nos Estados Unidos é uma questão de ‘quando’, não uma questão de ‘se'”, escreveu Salm em uma postagem no blog da empresa na última semana. Uma vez aprovado, a Grayscale “trabalharia imediatamente com parceiros para listar o GBTC na NYSE Arca”, acrescentou.

No entanto, para cada previsão otimista de ETF de Bitcoin, há uma ressalva. A Grayscale não forneceu um cronograma esperado para a conversão do GBTC. “Os prazos são inerentemente incertos”, disse Salm.

Alguns analistas de ETF ofereceram estimativas educadas sobre quando a SEC pode tomar uma decisão sobre as solicitações pendentes. O analista da Bloomberg Intelligence, James Seyffart, disse que espera ver algum movimento da SEC entre segunda-feira, 8 de janeiro, e quarta-feira, 10 de janeiro.

Publicidade

Grayscale vs SEC

Em 2022, a Grayscale moveu um processo contra a SEC, alegando que a Comissão foi injusta ao recusar uma aplicação para converter o Grayscale Bitcoin Trust em um ETF. Ser um ETF permitiria que o fundo realizasse criações e resgates simultâneos de ações para negociar em linha com o preço em tempo real do Bitcoin.

Houve sinais de que a Grayscale está progredindo. Em primeiro lugar, um juiz decidiu em agosto que a SEC precisa aceitar a aplicação da empresa. Em outubro, ficou claro que a SEC não iria apelar da decisão e foi então ordenada a revisar oficialmente a oferta de ETF.

Nesse sentido, um memorando publicado pela SEC revelou que a entidade se encontrou com o CEO da Grayscale, Michael Sonnenshein, e McGee no mês passado para discutir “a mudança de regra proposta pela NYSE Arca, Inc. para listar e negociar ações do Grayscale Bitcoin Trust (BTC) sob a Regra 8.201-E da NYSE Arca”.

Mesmo sem ser um ETF à vista, o GBTC já representa mais de 3% do fornecimento total de BTC. Atualmente, é negociado com um desconto de 8% em relação ao seu valor patrimonial líquido. Mas, como Salm apontou na postagem do blog da Grayscale, a conversão para uma estrutura de ETF permitiria à Grayscale “seguir mais de perto o preço do Bitcoin”.

Publicidade

*Traduzido com autorização do Decrypt.

Embora admita que os prazos são incertos, a Grayscale garante ser apenas uma questão de tempo até que um ETF de Bitcoin à vista seja aprovado nos EUA

VOCÊ PODE GOSTAR
Logotipo da BlockFi na tela de computador

BlockFi vai distribuir criptomoedas para 100 mil credores este mês

Clientes elegíveis receberão uma notificação no e-mail da conta BlockFi registrada
Imagem da matéria: PixelTap: aprenda a ganhar milhões de tokens no jogo do Telegram da Pixelverse

PixelTap: aprenda a ganhar milhões de tokens no jogo do Telegram da Pixelverse

O jogo PixelTap do Telegram permite que você lute contra robôs para ganhar moedas antes de um airdrop de token — e você pode ganhar muito mais com esse bônus fácil
pilha de moedas douradas XRP Ripple

XRP valoriza mais de 40% na semana; entenda os motivos

Enquanto alguns especialistas acreditam que a alta do XRP agora dará uma pausa, traders apostam no potencial de mais ganhos nas próximas semanas
Imagem da matéria: PF derruba quadrilha que enviou R$ 1,6 bilhão para exterior com uso de criptomoedas e doleiros

PF derruba quadrilha que enviou R$ 1,6 bilhão para exterior com uso de criptomoedas e doleiros

Estima-se que foram importados para o país mais de 500 mil telefones celulares pela organização criminosa nos últimos cinco anos