Imagem da matéria: Agosto foi terrível para criptomoedas, mas uma gigante está sorrindo
Foto: Shutterstock

O mês de agosto foi péssimo para o mercado de criptomoedas. Dos 100 maiores tokens por valor de mercado, 81 sofreram desvalorização em relação ao preço que se encontravam no dia 1º de agosto, segundo dados do indexador CoinMarketCap.

E vale lembrar que das 19 que tiveram valorização, algumas são stablecoins que apenas mantiveram o lastro.

Publicidade

As duas principais criptomoedas em valor de mercado, Bitcoin (BTC) e Ehereum (ETH), estão no grupo das que caíram. Aliás, o BTC atingiu uma queda significativa de dois dígitos, recuando mais de 10% no mês.

Mas há uma grande exceção: BNB. A criptomoeda nativa da corretora Binance foi a única do Top 5 que conseguiu manter o nariz fora d’água e valorizou 0,96% nos últimos 30 dias.

Descendo um pouco mais no ranking, encontramos a memecoin Shiba Inu (SHIB), a 15ª maior do setor por valor de mercado, com alta de 2,8%.

Bitcoin em agosto

O maior e mais importante criptoativo do mundo, bitcoin, sofreu uma desvalorização de 12,49% nos últimos 30 dias, indo de US$ 23.013 no dia 1º de agosto para US$20.010 no dia 31.

O gráfico abaixo mostra que o BTC foi até o dia 18 de agosto em ritmo de alta, caminhando para terminar o mês mais valorizado do que iniciou. Nesse dia, no entanto, o ativo reverteu a tendência, descendo para o nível dos US$ 20 mil.

Publicidade
ráfico mensal do bitcoin
Gráfico mensal do bitcoin (Fonte: CoinMarketCap)

Ethereum em agosto

O ether, segundo ativo mais valioso do setor cripto, caiu 4,28% nesse mesmo período. O valor da criptomoeda foi de US$ 1.628 para US$ 1.552 no intervalo de um mês.

A criptomoeda de Vitalik Buterin passou boa parte de agosto acima do preço que se encontrava no dia 1º, muito em parte por conta das expectativas em relação a aguardada Fusão.

Mas, do mesmo jeito que a atualização mais importante do Ethereum que chega em setembro cria expectativas, também cria receios, algo que reflete diretamente nos gráficos.

Gráfico mensal do ether (Fonte: CoinMarketCap)

Maiores altas de criptomoedas em agosto

  • Nexo (NEXO) +51,2%
  • Chiliz (CHZ) +47%
  • Cosmos (ATOM) +15%
  • Unus Sed Leo (LEO) + 14%
  • Ankr (ANKR) +11,9%

Maiores baixas de criptomoedas em agosto

  • Helium (HNT) -39,7%
  • Filecoin (FIL) -33,3%
  • Maker (MKR) -27,1%
  • Arweave (AR) -29,8%
  • Convex Finance (CVX) -29,3%

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

Segundo os balanços, a FTX deve cerca de US$ 11 bilhões, e conseguiu levantar entre US$ 14,5 e US$ 16,3 bilhões até agora
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin sobe 3% e volta para US$ 63 mil; Toncoin salta 17% com expectativa para lançamento da Notcoin

Manhã Cripto: Bitcoin sobe 3% e volta para US$ 63 mil; Toncoin salta 17% com expectativa para lançamento da Notcoin

Toncoin valoriza com a notícia do lançamento de um dos tokens mais esperados da rede: Notcoin (NOT)
Ilustração de bandeira do Brasil dentro moeda de Bitcoin

Novo estudo do LAPIN apresenta melhores práticas para regulação de criptomoedas no Brasil

White paper feito pelo LAPIN com apoio da Ripple traz diversos pontos e dados para ajudar na regulação do setor de criptomoedas brasileiro
Imagem da matéria: Há 2 anos, LUNA caia para zero; relembre um dos dias mais caóticos do mercado cripto

Há 2 anos, LUNA caia para zero; relembre um dos dias mais caóticos do mercado cripto

Em maio de 2022, o ecossistema da Terra (LUNA) entrou em uma “espiral da morte” que levou uma das criptomoedas consideradas mais promissoras daquele ano a cair para zero em 24 horas