Imagem da matéria: Youtuber banido no Twitch lança NFTs de jogos na rede Polygon
(Foto: Shutterstock)

Dr. Disrespect, o youtuber e streamer do jogo “Call of Duty”, lançou seu estúdio de desenvolvimento de jogos Midnight Society em dezembro de 2021 e, na terça-feira (15), anunciou o lançamento de 10.000 NFTs chamdos “Founders Access” (ou “acesso a fundadores”) para os primeiros membros comunidade.

O anúncio dos NFTs do Dr. Disrespect acontece logo depois que o criador tuitou ter resolvido sua disputa legal com a Twitch e estar “seguindo em frente” após ser banido por tempo indeterminado da plataforma em 2020. O youtuber não comentou se tal situação ainda persiste.

Publicidade

NFTs são tokens exclusivos que existem em uma blockchain, como o Ethereum, e comprovam a propriedade de um holder por um ativo digital ou físico. Nos jogos, NFTs podem indicar governança de ativos internos de jogos, como skins personalizadas para armas ou personagens.

Os NFTs de jogos de Dr. Disrespect, que vão existir na blockchain Polygon, vão custar US$ 50 cada.

De acordo com o site Midnight Society, os NFTs “Founders Passes” não vão dar vantagens “pay-to-win” (ou “pague para ganhar”) a jogadores, mas holders vão obter acesso antecipado a recursos (“builds”) de jogos, uma foto de perfil utilizável em jogos da Midnight Society, acesso a eventos do estúdio e direitos de votação em recursos de jogos.

O cofundador da Midnight Society Robert Bowling, que trabalhou na Infinity Ward, a criadora de “Call of Duty”, considera NFTs como uma parte importante do ecossistema de jogos da Midnight.

“Estamos usando blockchain para os Access Passes especialmente porque imaginamos que seja uma adesão entre plataformas que irá abranger não apenas nosso primeiro jogo (‘Project Moon’), mas também quaisquer jogos que publicarmos no futuro (sejam estes desenvolvidos por nós ou não)”, disse Bowling ao Decrypt via mensagem direta no Twitter.

Publicidade

“Essa tecnologia nos permite que criemos algo que pode ser alavancado por nós, mas não precise ser controlado por nós e, em vez disso, pode crescer e expandir à comunidade”, acrescentou ele.

Embora os Founders Passes da Midnight Society podem fornecer avatares exclusivos aos holders, colecionadores não poderão comercializar seus NFTs como outras pessoas o fazem com as coleções Bored Apes ou CryptoPunks.

Após a emissão inicial ou venda primária, holders de Founders Pass só vão poder comprá-los e vendê-los em mercados secundários de NFTs, como OpenSea e Rarible.

NFTs do Dr. Disrespect já estão recebendo críticas de jogadores no Twitter, mesmo que o marketing do projeto esteja evitando chamar os Founders Passes de NFTs.

Publicidade

O site da Midnight Society afirma que Access Passes usam “tecnologia NFT favorável ao meio ambiente”.

Dificilmente é a primeira marca de jogos a ser criticada por jogadores quando anuncia NFTs: Ubisoft, desenvolvedores do jogo “S.T.A.L.K.E.R. 2” e desenvolvedores do jogo “Worms” enfrentaram reações similares.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Mercado Bitcoin celebra 11 anos com nova assinatura de marca

Mercado Bitcoin celebra 11 anos com nova assinatura de marca

Completando 11 anos, o MB introduz um novo posicionamento de marca, caracterizado por uma atualização na identidade visual
Make america great again meme Donald Trump by Decrypt

Carteira cripto de Donald Trump chega a US$ 30 milhões com fãs lhe doando memecoins

O ex-presidente acumulou US$ 30 milhões em criptomoedas depois que a equipe da memecoin Trump Frog (TROG) lhe enviou metade do suprimento
Sede da Braiscompany em Campina Grande, Paraíba

TRF anula contrato e Braiscompany é condenada a pagar R$ 50 mil a cliente

O contrato de serviço de cessão temporária de criptoativos foi anulado pela 17ª Vara Cível de Brasília
Policiais federais fotografados de costas

PF e Receita Federal caçam grupo suspeito de lavagem de dinheiro com criptomoedas

Policiais federais e auditores-fiscais se mobilizaram em quatro estados para cumprir mandados de prisão, busca e apreensão em um esquema de importações ilegais