Imagem da matéria: XP Investimentos, que estreou com alta de 27% na Nasdaq, é a mais nova associada da Febraban
(Foto: Divulgação)

A XP Investimentos se tornou a mais nova associada da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) nesse mês. Além de ter conseguido estrear na última quarta-feira (11) na Nasdaq com suas ações em alta de 27%, a corretora passou a ser uma empresa filiada a principal entidade representativa do setor bancário brasileiro.

No último dia 05, de acordo com a própria federação, a sua diretoria-executiva aprovou o pedido da corretora. A XP Investimentos se prepara agora para lançar nos próximos meses sua operação de banco.

Publicidade

Além de associada à Febraban, a XP Investimentos já é membro da Associação Brasileira de Bancos Comerciais (ABBC), que reúne instituições financeiras de médio porte e um número crescente de fintechs, segundo informações da Valor

A Febraban, conforme informa em seu site, representa seus associados junto ao governo e entidades representativas da sociedade, “para o aperfeiçoamento do sistema normativo, a melhoria continuada dos serviços e a redução dos níveis de risco. Também busca concentrar esforços que favoreçam o crescente acesso da população aos produtos e serviços financeiros”.

XP Investimentos na Nasdaq

Além da filiação a Febraban, a empresa obteve sucesso na estreia de suas ações na Nasdaq. Segundo informações do G1, as ações da plataforma brasileira de serviços financeiros terminaram o dia de estreia na bolsa norte-americana Nasdaq sendo negociadas a US$ 34.

Isso ocorreu no dia seguinte em que a maior corretora do Brasil em volume de negociação de ações fez sua oferta pública inicial (IPO) a US$ 27 o papel. As ações movimentaram nesse dia US$ 2,25 bilhões. Esse teria sido o maior IPO no Brasil em 2019 e o quarto maior nos Estados Unidos.

Publicidade

Essa Oferta Pública Inicial teria movimentado no mínimo US$ 1,96 bilhão. O preço das ações em US$ 34 fez com que a XP passasse a ter um “valuation” de cerca de R$ 78,3 bilhões (US$ 19 bilhões), o que seria a metade do valor do Santander Brasil, que é atualmente o terceiro maior banco privado no país. 

XP Investimentos bem assessorada  

O valor superou aquilo que a empresa esperava. De acordo com a Bloomberg, o alvo era de US$ 22 a US$ 25 por ação para a oferta pública inicial da empresa na bolsa Nasdaq. Essa estimativa foi feito no início deste mês.

Esse sucesso, no entanto, contou com assessores de grandes bancos. Deram suporte nesse IPO, a JP Morgan Chase&Co, Citigroup, Goldman Sachs, Ubs, Credit Suisse,Morgan Stanley, XP Investments e a BofA Securities. 

Além dessas instituições, a XP investimentos contou com o apoio do Itaú BBA, o “Corporate & Investment Bank” do Itaú Unibanco Holding S/A, que é a maior acionista da corretora detendo 49,9% de suas ações. 

Publicidade

O Itaú, apesar de ter assessorado a corretora no IPO, não pretende abrir mão de nenhuma fração sequer de suas ações na XP. Por outro lado sócios-gerentes que detém os 30% da empresa possuem pretensão de vender parte delas.


BitcoinTrade: Depósitos aprovados em minutos!

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em menos de 5 minutos! Acesse: bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
homem segura com duas mãos uma piramide de dinheiro

Polícia do RJ investiga grupo acusado de roubar R$ 30 milhões com pirâmide financeira

Para ganhar a confiança dos investidores, a empresa fraudulenta fazia convites para assistir jogos de futebol em camarote do Maracanã
Celular com logotipo da Receita Federal sobre notas de reais

Receita alerta sobre golpe do “erro na declaração” do Imposto de Renda; veja como se proteger

Os criminosos informam supostos erros em declarações para induzir a vítima a baixar um arquivo malicioso
Leão com corrente de bitcoin

Aprenda a declarar criptomoedas no Imposto de Renda 2024

Operações com criptomoedas feitas ao longo de 2023 devem ser informadas à Receita Federal até o dia 31 de maio de 2024
Homem aponta controle para TV que emerge imagens em 3D

‘TV 3.0’ que chegará ao Brasil em 2025 vai precisar de internet ou conversor? Entenda

Novo sistema de transmissão para TVs promete enviar som e imagem com qualidades maiores, além de maior interatividade com o espectador