Imagem da matéria: Volatilidade da Dogecoin desaba e memecoin agora flutua menos que Bitcoin
(Foto: Shutterstock)

Dogecoin (DOGE), a maior criptomoeda meme em valor de mercado, registrou uma queda de volatilidade tão forte que agora o preço da moeda está mais estável que o do próprio Bitcoin (BTC).

Dados do TradingView compilados pelo site CoinDesk mostram que a volatilidade realizada em 30 dias da DOGE está hoje em 30%, enquanto a maior criptomoeda do mundo apresenta uma volatilidade de 35%.

Publicidade

Bitcoin vs Dogecoin

É comum pensar que a Dogecoin, por ser uma memecoin e ter um histórico mais curto, tende a ser muito mais volátil que o Bitcoin, conhecido por ser a primeira moeda digital do mundo e com um mercado muito mais maduro, que atraiu inclusive os investidores institucionais.

De toda forma, o investidor deve manter o cuidado. Apesar de ser curioso o dado sobre a volatilidade, ele não necessariamente indica que a DOGE está mais madura, mas sim que existe menos interesse pelo ativo no mercado, o que faz com que seu preço varie menos conforme as negociações diminuem.

Para se ter uma ideia, a taxa de dominância do Bitcoin subiu este ano de 40% para 50%, o que mostra a força da criptomoeda líder. Enquanto isso, o desempenho em 2023 também é pró-Bitcoin, que já subiu cerca de 60%, ao passo que a Dogecoin acumula perdas de mais de 12% desde janeiro.

Além disso, é importante ressaltar que a atividade como um todo no mercado cripto caiu este ano, com os volumes de negociação no mercado à vista atingindo a mínima em quatro anos, para US$ 475 bilhões em agosto.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Kavak vai tokenizar R$ 30 milhões para financiar operação de venda de carros usados no Brasil

Kavak vai tokenizar R$ 30 milhões para financiar operação de venda de carros usados no Brasil

A startup mexicana de compra e venda de carros usados Kavak concluiu, em parceria com a Liqi, a tokenização de R$ 5,4 milhões em notas comerciais
Amy Webb,

IA e biotecnologia: Amy Webb fala sobre o lugar do Brasil no superciclo econômico global

Durante o Febraban Tech, Amy Webb falou que o mundo está passando por um superciclo econômico e que o Brasil precisa deixar de ser o eterno país do futuro
bitcoin

Manhã Cripto: Bitcoin recua 2,2% apesar da queda da inflação nos EUA

Embora os dados macroeconômicos atuais sejam positivos, o Bitcoin ainda busca estabilidade em meio às preocupações pontuais dos investidores
Imagem da matéria: Clientes da Nomad têm dados pessoais vazados por hackers da Rússia

Clientes da Nomad têm dados pessoais vazados por hackers da Rússia

Análise de parte dos documentos vazados confirmou que informações pessoais de clientes da Nomad foram expostas