Imagem da matéria: Venezuela Impede Mineração de Criptomoedas

A mineração de criptomoedas tornou-se uma importante fonte de renda na Venezuela, um país devastado pela hiperinflação, mas também tornou-se perigosa à medida que a polícia está atacando pessoas que suspeitam de usar muita eletricidade.

Os venezuelanos começaram a se interessar por criptomoedas já que a inflação assolou a moeda local, que perdeu 99,4% de seu valor desde 2012. Como resultado, a mineração tornou-se mais lucrativa e uma maneira de as pessoas ganharem dinheiro para pagar as despesas básicas de vida, de acordo com a CNBC.

Publicidade

O Desespero leva as pessoas à mineração

Um minerador, que concordou em falar apenas de forma anônima, começar a minerar porque seu salário mensal de US$ 43 não podia sustentar sua família. Ele começou a minerar ilegalmente usando computadores do governo onde ele trabalhava e, eventualmente, desistiu de seu trabalho com o governo para minerar em casa.

Outro minerador que fugiu para os EUA disse que a mineração o manteve fora da pobreza na Venezuela. Ele disse que uma maquina de mineração produz renda suficiente para alimentar uma família.

Outra mulher que trabalha em três empregos disse que a mineração produz 80% de sua receita mensal de US $ 120. Ela disse que a mineração permitiu que ela sustentasse si própria e sua filha.

Um homem disse que a maneira mais fácil de adquirir produtos na Venezuela é usar criptomoedas para comprar coisas no site purse.io. Ele disse que faz compras sabão e desodorante e tem um serviço de entrega os entrega em seu escritório.

Publicidade

Governo Impede a Mineração

Enquanto a mineração se tornou uma necessidade para muitos, também se tornou perigosa, pois é ilegal e a polícia prende pessoas que suspeitam de usar muita eletricidade. A eletricidade subsidiada na Venezuela mantém baixo o custo da mineração, mas o governo monitora seu uso com cuidado.

Em 2016, dois homens em Valencia foram presos por roubo de energia e posse de contrabando. Desde então, as prisões aumentaram. Um policial disse que os infratores estão explorando recursos sem documentação. Um post do Reddit disse que mineradores no país estão sendo presos e acusados ​​de terrorismo, lavagem de dinheiro e outros crimes.

Um jovem de 23 anos disse que ganhou US$ 20 por dia, com a mineração de ethereum, quando a moeda estava em seu pico de preço, disse que vive com medo de ser preso. Outro minerador disse que foi abordado por oficiais de inteligência que lhe perguntaram por que ele estava consumindo tanta energia em sua casa. Ele disse que se mudou para outro local.

Outro mineirador disse que ele esconde seus registros de energia elétrica dividindo seu equipamento de mineração em três locais. Ele paga aos vizinhos para usar a eletricidade para sua mineração.

Publicidade

Joe Lubin, co-fundador da Ethereum, disse que as criptomoedas, apesar da sua volatilidade, são parte integrante da sobrevivência em lugares onde as moedas locais não valem nada.

VOCÊ PODE GOSTAR
martelo de juiz com logo da binance no fundo

Governo dos EUA contrata empresa para monitorar a Binance

A Forensic Risk Alliance venceu a disputa contra a Sullivan & Cromwell, que atuou no caso FTX
Fazenda de Mineração de criptomoedas Salto del Guairá Paraguai -ANDE

Paraguai usa inteligência artificial para encontrar fazenda ilegal de mineração de Bitcoin

Autoridades apreenderam 176 ASICs em Saltos de Guairá com ajuda de sistema que mede a tensão de redes elétricas
dupla de homens sendo presa

Irmãos são presos por roubo de R$ 130 milhões em ataque de 12 segundos na rede Ethereum

O procurador americano Damian Williams disse que “este suposto esquema era novo e nunca havia sido acusado antes”
Cachorro Shiba Inu que inspitou Dogecoin

Kabosu, a cachorrinha que inspirou a Dogecoin, falece aos 18 anos

Kabosu sofria de doença crônica e já era muito idosa; segundo sua dona, a cachorrinha “faleceu silenciosamente”