Bitcoin em gráfico de alta com seta azul apontado para o alto
Shutterstock

O preço do Bitcoin continua a subir com ETFs à vista no espelho retrovisor e o halving se aproximando em abril. A euforia renovada se espalhou quando o preço do Bitcoin disparou para US$ 64 mil na quarta-feira (28).

O proeminente apresentador de podcast sobre Bitcoin, Peter McCormack, disse no X que é o “quarto mercado em alta de Bitcoin, e tudo isso parece muito diferente”.

Publicidade

Embora o valor de US$ 64 mil seja impressionante, o ativo digital notoriamente volátil já teve ganhos muito mais significativos em um único dia no passado. Aqui estão os cinco maiores ganhos em um único dia na história do Bitcoin, de acordo com o CoinMarketCap.

Abril de 2013

O preço do Bitcoin saltou 42% de uma baixa de US$ 98,20 para uma alta de US$ 150,85 em 12 de abril de 2013, depois de cair de uma alta do mês de US$ 232,11 no dia anterior.

Novembro de 2013

O Bitcoin voltou a subir mais 42% em 18 de novembro de 2013, saltando de um mínimo de US$ 494,94 para impressionantes US$ 712,76. O sentimento de alta do mercado refletiu o crescente interesse do mundo real no Bitcoin, à medida que os primeiros caixas eletrônicos de Bitcoin começavam a ser instalados em todo o mundo. 

Dezembro de 2017

O preço do Bitcoin subiu 27%, de US$ 14.057 para US$ 17.899 no final de 2017, na época sua maior alta de todos os tempos. O aumento foi liderado pela notícia de que tanto a Chicago Board Options Exchange (CBOE) quanto a Chicago Mercantile Exchange (CME) lançaram a negociação de futuros de Bitcoin, permitindo que investidores institucionais ganhassem exposição ao Bitcoin.

Publicidade

Onde estamos hoje?

Com o Bitcoin se aproximando do seu recorde de preço de US$ 69 mil, o sentimento em torno da criptomoeda está animado, com uma classificação de 80 ou “ganância extrema” no Crypto Fear & Greed Index.

Os especuladores esperam um grande ganho para o Bitcoin com o próximo halving se aproximando rapidamente. Na terça-feira (27), o cofundador da Skybridge, Anthony Scaramucci, sugeriu que o preço do Bitcoin poderia quadruplicar após o marco de cada quatro anos.

Somando-se a esse frenesi estão os ETFs de Bitcoin, em que as instituições financeiras estão adquirindo Bitcoin para satisfazer a demanda dos clientes.

Por exemplo, o iShares Bitcoin Trust da Blackrock detém atualmente 130.231 BTC, em torno de US$ 7,9 bilhões. O Grayscale Bitcoin Trust detém agora incríveis 466.534 BTC no valor de cerca de US$ 28,7 bilhões.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Equipamento de mineração com CPU em uma mesa de escritório com sinal luminoso do Bitcoin atrás

Dificuldade de mineração do Bitcoin bate recorde em último ajuste antes do halving

Recorde significa que mineradores estão correndo para garantir a recompensa de 6,25 BTC por bloco antes do halving
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) cai para US$ 69 mil e mercado reduz apostas em ETF de Ethereum

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) cai para US$ 69 mil e mercado reduz apostas em ETF de Ethereum

Quedas resultaram em quase US$ 200 milhões em posições de derivativos alavancadas liquidadas em diversos criptoativos, segundo CoinGlass
Imagem da matéria: ETF de Bitcoin da BlackRock é o 3º mais investido por brasileiros no exterior

ETF de Bitcoin da BlackRock é o 3º mais investido por brasileiros no exterior

Produto da BlackRock fica atrás apenas dos ETFs que seguem o índice S&P 500 e o setor imobiliário dos EUA
Imagem da matéria: Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos cripto brasileiros ficam pela segunda semana consecutiva atrás apenas dos EUA em captação