Imagem da matéria: União Europeia vai extinguir cédulas de 500 euros em combate à lavagem de dinheiro
(Foto: Shutterstock)

O Banco Central Europeu (BCE) decidiu que as notas de 500 euros deverão retiradas de circulação a partir do dia 27 de janeiro. Segundo nota do BCE “17 dos 19 bancos centrais nacionais da área do euro deixarão de emitir” essas cédulas.

As notas somente continuarão a circular na Alemanha e na Áustria por uma questão de logística que não foi relevada pelo Banco Central Europeu. A entidade afirmou que teria de “assegurar uma transição suave” e com isso “o Deutsche Bundesbank e o Oesterreichische Nationalbank continuarão a emitir as notas até 26 de abril de 2019”.

Publicidade

A retirada de circulação, contudo, não significa que as notas de 500 euros deixarão de circular. O Banco Central Europeu fez a seguinte ressalva:

“As notas existentes de € 500 continuarão a ter curso legal, portanto você ainda pode usá-las como meio de pagamento e reserva de valor (por exemplo, gastar e guardá-las). Da mesma forma, bancos, casas de câmbio e outros partidos comerciais podem continuar recirculando as notas existentes de € 500.”

Apesar de o BCE não expor na nota o motivo para a retirada de circulação dessas cédulas, parece se tratar de uma medida de segurança para se evitar a prática de ilícitos, segundo uma matéria publicada no Público.

O crime em questão não é aquele associado a falsificação de cédulas. Conforme um comunicado do Banco de Portugal, as cédulas preferidas dos falsificadores são as de 20 e 50 euros. No primeiro semestre do ano passado foram apreendidas, só em Portugal, 11.290 notas falsas e apenas 27 delas eram de 50 euros.

Publicidade

Euros demais

O problema com essas cédulas é outro. Segundo integrantes do Banco Central Europeu, a retirada das notas de 500 euros de circulação vem do receio de que ela seja um grande facilitador para a lavagem de dinheiro.

Antes mesmo dessa medida, a Dinamarca chegou a cogitar deixar de aceitar essas notas como meio de pagamento pelo fato delas servirem de objeto de lavagem de dinheiro. Esse fato coincidiu com o escândalo no ano passado envolvendo o Danske Bank, maior banco da Dinamarca.

Segundo informações do The Local, a maioria do Parlamento dinamarquês havia apoiado uma proposta para deixar de aceitar essas cédulas.

A suspeita de que a cédula de 500 euros seja um objeto facilitador para o cirme de lavagem de dinheiro vai na contramão daquilo que os integrantes da União Europeia pensavam sobre as criptomoedas serem esse objeto de preferência de criminosos.

Publicidade

A crença de que bitcoins e outras similares seriam uados para a ocorrência desse tipo de crime foi tão grande que em meados do ano passo a União Europeia redigiu uma diretiva pela qual se quebrava o sigilo de todos que transacionassem bitcoins. Essa medida ficou conhecida como a quinta diretiva.

Notas raras

O que se sabe é que nos últimos três anos, a União Europeia já havia reduzido bastante a emissão das cédulas de 500 euros. Isso ocorreu antes mesmo do lançamento das novas notas de 100 e 200 euros, as quais são ditas mais seguras pelo BCE e devem começar a circular na Zona do euro em meio desse ano, segundo informações de o Público.

Em janeiro de 2016, havia a circulação de 611,8 milhões delas por toda Europa. Em novembro de 2018, esse número caiu para 521,3 milhões. O fato é haviam que muitos escândalos de lavagem de dinheiro com o uso dessas cédulas.

A nota chegou até a ser apelidada de Bin Laden, diante do fato de que todos sabiam de sua existência, mas que poucos já tiveram contato visual com ela. A causa disso não se sabe se é pelo fato de a União Europeia ter reduzido sua emissão ou se é porque parte do montante estaria nas mãos de criminosos.


BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br

Publicidade
VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de bitcoin sob bandeira da Argentina

Argentina sanciona lei que permite aumento de capital de empresas com criptomoedas

Javier Milei também nomeou um especialista em blockchain para liderar Agência Federal de Segurança Cibernética
Bolo de dólares em cima de outras notas

PF da Argentina prende família que lavava dinheiro de contrabando e jogos de azar com USDT

Com o filho preso e a esposa indiciada, o líder da quadrilha, Fabián Di Julio, o “El Gordo”, se entregou na última quarta-feira
Imagem da matéria: Hackers roubam números de telefone de 33 milhões de usuários do Authy

Hackers roubam números de telefone de 33 milhões de usuários do Authy

Como precaução, todos os usuários do Authy devem atualizar seus aplicativos para as versões mais recentes
Joe Biden posa para foto

Biden vira sobre Kamala: mercados de criptomoedas esperam que o presidente seja indicado

Apostadores de criptomoedas no popular mercado de previsões Polymarket novamente favorecem Joe Biden como candidato dos democratas