Imagem da matéria: Ubisoft anuncia que seus personagens Rabbids vão aparecer no jogo de metaverso The Sandbox
Foto: Shutterstock

A grande publicadora de videogames Ubisoft continua explorando novas fronteiras na Web 3. Nesta terça-feira (8), a empresa anunciou uma parceria com The Sandbox para integrar suas conhecidas franquias ao mundo do jogo de metaverso desenvolvido no Ethereum.

A Ubisoft terá seu próprio terreno LAND no mundo on-line e compartilhado do The Sandbox, o qual poderá customizar e monetizar como quiser.

Publicidade

A publicadora irá lançar seu espaço interativo no The Sandbox com sua franquia Rabbits, levando recriações em blockchain de criaturas alienígenas e bobinhas que se parecem com coelhos e que usuários poderão usar nas ferramentas VoxEdit e Game Maker do jogo.

A Ubisoft também planeja levar propriedades intelectuais de outras franquias populares de seus jogos ao metaverso.

A lista de videogames da Ubisoft inclui franquias como Assassin’s Creed, Just Dance, Far Cry e Rainbow Six. Ainda não se sabe qual deles entrará para o The Sandbox.

“The Sandbox está dando as boas-vindas a todos os criadores parecidos, sejam nativos à Web 3 ou a estúdios de jogos já estabelecidos”, afirmou Sebatien Borget, cofundador e diretor operacional do The Sandbox, ao Decrypt.

“Estamos felizes em ver uma empresa como a Ubisoft adotar os valores da descentralização e permitir que fãs joguem com os Rabbids em novas experiências pertencentes a seus criadores”, acrescentou.

Publicidade

“O momento se alinha à nossa missão de desenvolver o metaverso aberto, onde todos são bem-vindos.”

The Sandbox é um jogo on-line de metaverso que permite que qualquer um adquira terrenos LAND vendidos como tokens não fungíveis (ou NFTs).

Usuários podem criar experiências interativas nesse terreno digital e até monetizar o terreno ao cobrar dinheiro para acessar jogos e espaços ou ao alugá-lo para outros criadores. Jogadores também podem comprar e vender NFTs, além de usar NFTs externos.

Um NFT é um recibo em blockchain que comprova a propriedade de um item digital. No The Sandbox, representa terrenos, avatares interativos em 3D e outros itens que podem ser revendidos por usuários.

O amplo mercado de NFTs explodiu em 2021, gerando US$ 25 bilhões em volume negociado, segundo dados do DappRadar.

Jogos, como The Sandbox e Decentraland, são considerados como exemplos prévios do metaverso, que é uma visão para uma internet futura onde usuários interagem como avatares em espaços imersivos em 3D.

Publicidade

Ambos os jogos tiveram altas no preço de seus respectivos tokens, bem como uma crescente demanda por terrenos virtuais após a reformulação do Facebook para Meta em outubro.

The Sandbox ainda precisa ser lançado completamente, mas realizou seu primeiro teste alfa e público no fim de 2021 e tem planos de realizar testes adicionais ao longo de 2022 conforme se prepara para um lançamento completo e público.

Mais de 200 marcas ou celebridades firmaram parcerias com The Sandbox, incluindo Snoop Dogg, Adidas, The Walking Dead e Warner Music Group.

A jornada da Ubisoft pela Web 3

Essa não é a primeira vez que a franquia do Rabbids (derivada da série clássica de jogo de plataforma Rayman) está envolvida no mundo da Web 3 da tecnologia blockchain.

Em 2020, a Ubisoft lançou um projeto experimental chamado Rabbids Token, que permite que usuários comprem tokens inspirados nos Rabbids, mas poderiam ser “roubados” por qualquer outro jogador que pagasse ether (ETH) para obtê-lo.

Publicidade

A iniciativa beneficiou a caridade da Fundo das Nações Unidas para a Infância (ou UNICEF).

A Ubisoft é uma das maiores publicadoras de videogames do mundo. Também é a primeira grande empresa de jogos a realizar iniciativas no setor cripto, que datam de 2018, em seu protótipo de jogo blockchain HashCrash.

A publicadora apoiou inúmeras startups cripto por meio de sua iniciativa Entrepreneurs Lab. Também publicou One Shot League, um derivado do jogo de futebol de fantasia Sorare.

Em outubro, a Ubisoft foi nomeada como investidora no Animoca Brands, publicadora do The Sandbox e investidora em diversas startups focadas em metaverso, como OpenSea e DapperLabs.

Em dezembro, a Ubisoft se tornou a primeira grande publicadora de videogames a lançar itens internos ao jogo como NFTs por meio da plataforma Ubisoft Quartz, desenvolvida na blockchain Tezos. A iniciativa começou com o jogo on-line de tiro Ghost Recon Breakpoint.

Embora a iniciativa tenha sido alvo de críticas, a Ubisoft continuou com suas iniciativas no setor, incluindo o anúncio na semana passada de uma parceria com a HBAR Foundation para apoiar o ecossistema Hedera.

A Ubisoft irá operar um nó da rede Hedera e também implementar um rastreio do Hedera no programa Entrepreneurs Lab.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: 8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

Expectativa agora é que Ethereum possa renovar sua máxima histórica de novembro de 2021 e passar com folga a marca dos US$ 5 mil
Imagem da matéria: Entendendo as tecnologias por trás da tokenização de ativos | Opinião

Entendendo as tecnologias por trás da tokenização de ativos | Opinião

Apesar de chamara cada vez mais atenção, muitas pessoas ainda não sabem o que é a tokenização de ativos e como ela funciona
Policial algemando suspeito durante a noite

Suspeito de roubar quase R$ 10 milhões da Pump.fun é preso em Londres

Jarett Dunn, ex-funcionário da plataforma Pump.fun, foi preso na Inglaterra acusado de golpe de quase R$ 10 milhões
homem segura com duas mãos uma piramide de dinheiro

CVM julga hoje pirâmide Atlas Quantum; veja detalhes da acusação

Procuradoria da CVM acusa Atlas Quantum de operação fraudulenta no mercado de valores mobiliários e embaraço à fiscalização da CVM