andré machado, ogro de wall street
Trader André Machado agora tem bitcoin (Foto: Youtube/Reprodução)

Conhecido como o Ogro de Wall Street, o antigo trader brasileiro André Machado prometeu na última quarta-feira (28) no Instagram ‘cancelar’ o seguidor — diga-se “trader de opções binárias” — que for até o seu perfil defender o tipo de negociação, mais precisamente o que oferece a IQ Option.

Armado com prints de trechos de uma reportagem sobre a IQ Option, publicada pelo Portal do Bitcoin no ano passado, ele disparou: “Vou sair dando block em quem continuar a defender essa droga (literalmente) aqui”. Antes, Machado relatou que não é a primeira vez que isso acontece e sugeriu que respeitem a sua história no mercado de ações:

Publicidade

“Por favor, não menosprezem minha inteligência com argumentação pró-OB. Se você opera ‘crack’, e diz que ganha dinheiro, vou te dar o direito à dúvida. Mas não venha aqui questionar a minha opinião negativa sobre isso. Simplesmente pare de me seguir”, avisou o trade.

Ogro de Wall Street acrescentou ainda outra crítica, condenando os falsos traders que tem aos montes nas redes sociais — onde muitos deles são vendedores de cursos que mal sabem operar.

“Esse perfil é de um trader profissional e educador sério”. Não é um perfil como os milhares de perfis do Instagram, travestidos de perfis de ‘traders’, mas com o único objetivo de aliciamento de incautos para lhe roubar seu dinheiro”, concluiu.

Trader comprou bitcoin

Em fevereiro deste ano, Machado fez questão de divulgar sua primeira compra de bitcoin. Na ocasião, ele comprou cerca de 0,13 BTC, ao valor de R$ 34 mil. E até ́ brincou no post.

Publicidade

“Fui finalmente contaminado pelo COVID-BTC! Mas nos 8 segundos, tempo que levou a transação, já perdi R$100,00!!! Que porra de moeda é isso?!?!”, escreveu ele, se referindo à oscilação natural da criptomoeda.

Se Ogro manteve os ativos, ele deve estar um pouco no prejuízo, já que 0,13 BTC nesta data valem cerca de R$ 27 mil.

Por quê Ogro de Wall Street?

André Machado é sócio-fundador do Projeto ‘Os 10%’, de formação de traders. O apelido de “Ogro de Wall Street”, ele conquistou pelo seu estilo pouco delicado de interagir com outros investidores, diz um artigo do InfoMoney publicado em 2016.

Segundo a publicação, Machado abandonou uma carreira de sucesso que tinha na Microsoft, em 2002, para cair de cabeça no mercado de ações. E foi na Bolsa que ele conquistou sua independência financeira, mas que lhe custou muito caro —  pois viveu o “céu e o inferno” no mercado”, diz o artigo.

VOCÊ PODE GOSTAR
Policial algemando suspeito durante a noite

Médico perde R$ 500 mil em criptomoedas após encontro por aplicativo e sequestro; suspeitos são presos

Os sequestradores que aplicaram o famoso ‘golpe do amor’ foram presos rapidamente pela PM de SP; Polícia Civil investiga o paradeiro dos ativos
Banco Central se reunirá hoje com Facebook para debater proibição do WhatsApp Pay

“Inserimos com o Drex o conceito de tokenização nos sistemas dos bancos”, diz Campos Neto

O presidente do BC participa do Emerging Tech Summit, evento do Valor Capital Group em São Paulo
Homem preso com as mãos algemadas nas costas

Polícia do Rio prende suspeitos de integrar quadrilha especializada em golpes com criptomoedas

Operação ‘Investimento de Araque’ foi deflagrada nos estados do Rio, Amazonas e Pará; suspeitos movimentaram mais de R$ 15 milhões em dois anos
Policiais federais fotografados de costas

PF e Receita Federal caçam grupo suspeito de lavagem de dinheiro com criptomoedas

Policiais federais e auditores-fiscais se mobilizaram em quatro estados para cumprir mandados de prisão, busca e apreensão em um esquema de importações ilegais