Imagem da matéria: Times de futebol vão distribuir NFTs ao longo do Brasileirão; Veja como ganhar
Shutterstock

A Chiliz, empresa criadora de fan tokens e responsável pela plataforma Socios.com, anunciou o lançamento de uma linha de colecionáveis digitais (NFTs) em parceria com vários clubes de futebol através do projeto “Proof-of-Passion” (Prove Sua Paixão, em português).

Os times integrantes do projeto são: Atlético-MG, Bahia, Flamengo, Fluminense, Palmeiras, Internacional, São Paulo e Vasco da Gama.

Publicidade

“O Proof-of-Passion vai unir uma das tradições mais antigas dos fãs de futebol, que é colecionar itens do seu clube do coração, ao universo digital dos jovens torcedores, principalmente da Geração Z”, diz um trecho da nota enviada na quarta-feira (10).

Segundo a empresa, o apoio será acompanhado em um métrica de engajamento transparente via blockchain, que ainda vai premiar os fãs mais apaixonados com experiências exclusivas de memorabilia sobre as partidas, com camisas e chuteiras utilizadas.

Para participar da campanha e concorrer aos prêmios, os torcedores devem resgatar os colecionáveis digitais antes de cada rodada do Campeonato Brasileiro (Brasileirão) através do site oficial da campanha. Os códigos de resgate serão divulgados 24 horas antes de cada rodada no perfil da Socios.com Brasil no X (antigo Twitter) e dos times participantes.

Colecionáveis digitais

Para participar dos concursos valendo premiação, será necessário possuir os fan tokens oficiais do time e ter uma carteira ativa no aplicativo Socios.com. Cada torcedor poderá obter gratuitamente o colecionável digital de cada time por rodada desde que faça o resgate nas 24 horas anteriores a cada jogo.

Ao final da temporada, diz a Chiliz, haverá um 39º colecionável brilhante de cada clube, que é raro e só estará disponível para os torcedores que tiverem coletado todos da série numerada  das 38 rodadas. Após o resgate, o torcedor poderá guardar seu colecionável digital no app Socios.com ou em sua carteira digital de preferência.

Publicidade

“A campanha Proof-of-Passion é um exemplo de como a tecnologia web3 pode revolucionar a interação dos torcedores com seus times favoritos. O fã de futebol sempre gostou de colecionar itens do time do coração, mas sempre foi muito difícil para os clubes medir esse engajamento”, comenta Bruno Pessoa, Country Manager da Chiliz e Socios.com no Brasil.

Ele acrescentou que há uma necessidade crescente de acompanhar a nova geração de torcedores, entregando experiências mais diversas, globais e escaláveis como cobra a geração Z.

“Com os colecionáveis da Chiliz, vamos digitalizar essa prática centenária de coleção, inovando e atualizando, levando-a para o ambiente da blockchain, onde as informações são públicas e transparentes. Dessa maneira, vamos poder descobrir por exemplo qual a torcida mais engajada digitalmente, estreitar o relacionamento com esse torcedor e recompensá-lo por sua lealdade”, finalizou.

VOCÊ PODE GOSTAR
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken
Imagem da matéria: Projeto de universitários brasileiros ganha R$ 50 mil em hackathon global da Solana

Projeto de universitários brasileiros ganha R$ 50 mil em hackathon global da Solana

Grupo criou aplicação para conectar via blockchain produtores de energia e estações de abastecimento, com a mira no mercado de carros elétricos
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024
simbolo do dolar formado em numeros

Faculdade de Direito da USP recebe evento da CVM sobre democratização dos mercados de capitais

Centro de Regulação e Inovação Aplicada (CRIA) da CVM vai a “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil” com transmissão ao vivo no Youtube